26 de maio de 2024
Crime ambiental • atualizado em 15/05/2023 às 17:52

Comurg remove todo mês 54 mil toneladas de lixo descartado irregularmente, em Goiânia

A Companhia orienta a população a não descartar o lixo de forma irregular em calçadas e áreas públicas e utilizar o serviço gratuito de Cata-treco e Ecopontos
Foto: Luciano Magalhães/Comurg
Foto: Luciano Magalhães/Comurg

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) orienta a população quanto ao descarte irregular de lixo em lotes baldios, calçadas e áreas públicas na capital. Todos os meses a Companhia recolhe, em média, 54 mil toneladas de lixo irregular.

De acordo com a Comurg, diariamente são retiradas das ruas de Goiânia 1,5 mil toneladas de material descartado. Ainda segundo levantamento da Companhia, são 125 pontos clandestinos, mapeados em 80 bairros de Goiânia.

Desse modo, nos locais é possível encontrar restos de construção civil, móveis em geral, animais mortos e galhadas de árvores que são misturados ao lixo doméstico e até recicláveis. Parte dos materiais poderiam ser enviados para as cooperativas, caso a separação acontecesse.

O presidente da Comurg, Alisson Borges, destaca que descarte irregular é crime e prejudica a saúde da população. “Deixar esses materiais nas vias públicas é crime contra o meio ambiente, e pode resultar em problemas de saúde pública”, alerta.

Altenativas

Mesmo fazendo a limpeza regular, a prática é recorrente. Somente em 2022, a Companhia registrou o recolhimento de 600 mil toneladas de entulhos dispensados em pontos clandestinos da capital.

Com efeito, para evitar que mais resíduos sejam lançados às ruas, a prefeitura dispõe de cinco ecopontos que funcionam todos os dias da semana, entre 07h e 22h. São eles: Ecoponto Guanabara, Ecoponto Faiçalville, Ecoponto Jardim São José, Ecoponto Campos Dourados e Parque Eldorado Oeste.

Já para descarte de móveis, eletrônicos e eletrodomésticos, a população podem acionar o Cata-Treco, pelo WhatsApp (62) 98596-8555, que atende mediante agendamento prévio, gratuitamente.

Por fim, a Comurg ressalta que resíduos produzidos em casa, como o lixo comum, são coletados em toda a cidade, conforme cronograma pré-estabelecido da coleta orgânica, divulgado no site da Prefeitura de Goiânia. Paralelamente, a coleta seletiva recolhe alumínios, plásticos, vidros e papel, com cronograma fixado também no site.

Fotos: Luciano Magalhães/Comurg


Leia mais sobre: / / Cidades