21 de junho de 2024
Precauções

Como prevenção contra impactos, Prefeitura de Goiânia criará gerência de estudos de mudanças climáticas

O departamento será coordenado pela Amma, e ficará responsável pela elaboração de pesquisas sobre impactos e apontamento de soluções
A gerência de estudos de mudanças climáticas será coordenada pela Amma. Foto: Secom
A gerência de estudos de mudanças climáticas será coordenada pela Amma. Foto: Secom

Durante ato em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, realizado nesta quarta-feira (5), o presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Nadim Neme, anunciou a criação de uma gerência de estudos de mudanças climáticas pela Prefeitura de Goiânia. O departamento que estudará possíveis impactos decorrentes de mudanças climáticas e soluções no âmbito municipal será coordenado pela Amma.

Com a criação da gerência de estudos de mudanças climáticas, o titular da Amma adiantou que serão produzidos estudos sobre o tema por técnicos capacitados do órgão, que já começaram a apresentar sugestões e estudos preliminares de projetos a serem implantados em Goiânia. “Estamos protocolando ofício, junto à Secretaria de Governo, para que a Amma constitua uma gerência de estudos de mudanças climáticas”, afirmou Nadim.

A gerência de estudos de mudanças climáticas vai estudar os impactos provocados por desastres ambientais extremos, como secas, estiagens, inundações e enchentes. A iniciativa foi baseada na necessidade da tomada de ações voltadas para a conservação e preservação do meio ambiente, no município de Goiânia, como forma de mitigar eventos que venham causar impacto na vida e no dia a dia da população.

Dia do Meio Ambiente

Nesta quarta (5), data em que é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Amma aproveitou para promover ações de conscientização da população sobre a importância da sustentabilidade, da educação ambiental, como forma de deixar um legado para as próximas gerações. “Esse é um trabalho que a Amma desenvolve todos os dias, e que continua durante este mês de junho”, pontuou Neme.

Durante o evento, o superintendente de Gestão Ambiental e Licenciamento da Amma, Ormando Pires, também fez um balanço das ações e projetos desenvolvidos pelo órgão. “É justamente em situações adversas que precisamos nos posicionar sobre o assunto, intensificando as nossas ações, e aí tenho que reconhecer e valorizar o envolvimento do corpo técnico, operacional, apoio e administrativo e direção da Amma”, afirmou Pires.

O superintendente aproveitou para destacar o plantio de 400 mil mudas de árvores, salientando que o último levantamento oficial mostrou que, em 2007, havia 950 mil árvores em Goiânia. Ormando Pires classificou como “algo muito grandioso que tem que ser comemorado” e relembrou a conquista do reconhecimento da capital como “Cidade Árvore do Mundo” pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Não é à toa que a ONU voltou os olhos para Goiânia, em reconhecimento ao comprometimento da atual gestão com o meio ambiente, valorizando essa conquista”, apontou.


Leia mais sobre: / / / / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Atualmente atua como repórter de cidades, política e cultura. Editora da coluna Crônicas do Diário. Jornalista formada pela FIC/UFG, Bióloga graduada pelo ICB/UFG, escritora, cronista e curiosa. Estagiou no Diário de Goiás de 2022 a 2024.