18 de abril de 2024
Cultura • atualizado em 30/12/2023 às 15:25

Comissão de trabalho aprova projeto de benefícios para servidores da Orquestra Sinfônica de Goiânia

A matéria do Executivo poderá ser votada pelo plenário, em último turno, semana que vem
Orquestra realiza concertos nos principais teatros da capital, igrejas, praças e parques. (Foto: Divulgação).
Orquestra realiza concertos nos principais teatros da capital, igrejas, praças e parques. (Foto: Divulgação).

Após aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na última quarta-feira (27), foi a vez da Comissão de Trabalho e Servidores Públicos da Câmara Municipal de Goiânia aprovar o projeto de lei que concede benefícios aos servidores da Orquestra Sinfônica de Goiânia (Osgo). A matéria do Executivo poderá ser votada pelo plenário, em último turno, semana que vem.

O projeto de lei nº 459/2023 prevê ajuda de custo mensal para os integrantes da orquestra no valor de R$1.800,00 e o reajuste de 4,18% concedido aos demais servidores públicos municipais no projeto que tratou sobre a data-base da categoria e aprovado no dia 20 deste mês.

Após aprovação na Câmara na última quarta, o secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, celebrou o bom andamento do projeto. “Orquestra Sinfônica de Goiânia é um patrimônio artístico e cultural da cidade. Esses benefícios visam assegurar as condições necessárias para a excelência das apresentações e o pleno desenvolvimento dos integrantes do grupo”, disse.

Sobre a orquestra

A OSGO, atualmente sob a direção do Maestro Eliseu Ferreira, fomenta cultura goianiense, com temporadas regulares de concertos nos principais teatros da capital, igrejas, praças, parques, além de atuação marcante na periferia e região metropolitana.

A orquestra é composta por 75 músicos instrumentistas e coro profissional de 44 músicos cantores, além dos grupos formativos que trabalham no aperfeiçoamento das habilidades técnicas de estudantes de música e de programas educacionais direcionados a crianças e adolescentes da rede pública de ensino da cidade de Goiânia.


Leia mais sobre: / / / / / Cidades / Geral

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019