24 de junho de 2024
Exportação • atualizado em 04/10/2023 às 16:29

Comércio exterior de Aparecida de Goiânia oferece potencial para turismo de negócios

Foi realizada uma exposição de roupas, cosméticos e alimentos produzidos no governo local com a participação de embaixadores de países africanos e consultores de comércio exterior
Workshop reuniu grandes empresarios para esse encontro
Workshop reuniu grandes empresarios para esse encontro

O 3º Seminário de Comércio Exterior de Aparecida de Goiânia foi realizado nesta Terça-feira (3) no Anfiteatro Municipal Cantor Leandro. Tem como objetivo aumentar o turismo de negócios e introduzir empresas e indústrias municipais no comércio internacional.

Líderes do setor empresarial, investidores, especialistas em comércio e estudantes se reúnem na conferência para trocar conhecimentos, experiências, informações e acordos comerciais. O evento foi organizado pelo Ministério da Indústria e Comércio Aciag e pela Companhia de Desenvolvimento de Aparecida (Codap).

O secretário municipal de Indústria e Comércio, Felismar Martins, enfatizou que a cidade espera um crescimento no comércio internacional. “Aparecida não é mais uma cidade que só aceita pedidos, mas uma cidade que persegue novos horizontes. Dispomos de uma vasta gama de produtos e estamos em contacto com embaixadas, câmaras de comércio estrangeiras e associações profissionais. “Estamos criando novos vínculos para as exportações de manufaturados urbanos e buscando um novo crescimento”, disse ele.

Segundo Leopoldo Moreira, presidente da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia, o evento destaca os investimentos no futuro da cidade. “Este seminário foi mais uma oportunidade para conversar com investidores e divulgar nossa cidade no comércio exterior. Aparecida tem todas as condições para exportar seus produtos e promover sua cadeia produtiva. O Presidente Moon disse: “Agora é uma oportunidade para libertar o potencial do sector económico”.

As vantagens económicas da cidade atraíram a atenção dos diplomatas. É o caso da Embaixadora Abena Busia (Gana) e do Embaixador Lemaron Canto (Quênia), representantes de países africanos no Brasil que participaram deste seminário. “É importante vir aqui e abrir o diálogo para o comércio” disse Abena.

Para Euler Morais, Assessor Especial do Governo de Goiás, a cidade de Goiás reúne condições importantes para a indústria exportadora. “Goiás é um país exportador e exporta muita mercadoria, grãos e mineradores, e Aparecida oferece oportunidades de criação de valor agregado, o que é muito importante para o país. Aparecida possui vantagens comparativas em diversos aspectos, como logística e diversidade de empresas e produtos, e tem grande potencial de crescimento no setor exportador.

O Presidente da Companhia de Desenvolvimento de Aparecida de Goiânia, Luiz Maronezi destacou que a cidade vive um grande crescimento. “Estamos crescendo de forma geral e a cada dia Aparecida de Goiânia se torna um grande centro de investimentos. Além de muitas outras coisas, estamos em uma localização geográfica especial no centro do país e no estado de Goiás”, disse Maronezi.

A oficina também contou com estandes de vestuário, cosméticos, artesanato e comércio com consultores de comércio exterior. O evento foi organizado pelo Sebrae Goiás, Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Correios, Centro de Negócios Internacionais (CIN), Agência Brasileira de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), Federação Comercial do Estado de Goias, Serviços e Turismo (Fecomércio), e a Câmara de Cooperação Israelense – Brasil Central (CCOPIB) e a Seção de Goiás da Câmara de Comércio Brasil-Portuguesa (CBP-CO).


Leia mais sobre: Aparecida de Goiânia

Helma Bessa

Jornalista formada pela Universidade UNIP