23 de abril de 2024
Goiás Esporte Clube

Com preferência pela lateral, Diego busca adaptação no meio-campo do Goiás

Diego - Goiás (Foto - Rosiron Rodrigues)
Diego - Goiás (Foto - Rosiron Rodrigues)

Considerado um dos principais jogadores do Goiás Esporte Clube, o versátil Diego ficou no banco de reservas em dois jogos seguidos da equipe no Campeonato Goiano. Contra Jataiense e Goianésia. Neste domingo (18), voltou ao time titular na vitória por 1 a 0, diante do Iporá, no Estádio Hailé Pinheiro.

Mas quem é o dono da posição no setor de criação do Goiás? Diego que no Goiás já atuou como lateral, volante e atacante ou Iván Torres que teve a oportunidade de atuar como titular quando o companheiro ficou no banco de reservas?

Diego atuou em 10 jogos no Campeonato Goiano e deu uma assistência para gol. Ele entende que o técnico Zé Ricardo tem uma estratégia e o objetivo de observar todo o elenco: “Ele tem todo o monitoramento da equipe, fisiologia e tudo mais. Ele precisa ver todo mundo, dar ritmo de jogo para todos e estamos apenas no início da temporada. Temos que entender que tem espaço para todo mundo. O Iván jogou dois jogos e foi muito bem, agora foi eu que fui titular. É preciso entender o treinador. Ele sabe o que está fazendo e conhece os jogadores. Precisamos seguir trabalhando para conquistar o espaço”.

Em entrevista ao repórter André Rodrigues (Rádio Band News), Diego que já jogou em várias setores no Goiás, disse que está se adaptando a nova função no meio-campo: “Não vou dizer que me sinto bem. É uma posição que requer jogar um pouco de costas, às vezes sem a bola. É uma posição muito tática e tenho tentado me esforçar o máximo para performar melhor”.

Qual a posição preferida?

“Comecei como volante, depois tive que me adaptar para lateral-direita e joguei muito tempo. É a posição que me sinto mais tranquilo. Mas volante, lateral, fazendo o corredor da direita e vindo de trás, é uma posição que gosto muito. Mas como falei, procuro me adaptar sempre as funções que o treinador me coloca. Costumo dizer que sou um jogador de futebol, e é preciso se adaptar onde ele me coloca. Tenho estudado muito essa função e busco evoluir nesta posição”, explicou Diego.


Leia mais sobre: / / Esportes / Goiás Esporte Clube