28 de junho de 2022
Política

Com criação do Aliança emperrada, Bolsonaro vai definir novo partido até março

Bolsonaro discute filiação em novo partido. (Foto: Marcos Corrêa/Planalto)
Bolsonaro discute filiação em novo partido. (Foto: Marcos Corrêa/Planalto)

O presidente Jair Bolsonaro vai definir até o fim de março um novo partido. O movimento se dá pelas dificuldades em criar o Aliança pelo Brasil, sigla da qual seria presidente.

A legenda, que teria o número 38, está em processo de coleta de assinaturas para apresentação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com a pandemia de covid-19, o processo ficou lento e a tendência é que Bolsonaro agora se filie a outro partido.

Nesta segunda-feira (25), Bolsonaro foi questionado sobre o partido em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada. “Em março eu decido: ou decola o partido ou vou ter que arranjar outro”, disse o presidente. “Se não decolar, a gente vai ter que ter outro partido, se não, não temos como nos preparar para as eleições de 2022”.

Continua após a publicidade

Entre as possíveis casas do presidente, o PL é o que aparece com mais força. Na última quarta-feira (20), o vice-líder do governo no Congresso, Jorginho Mello (PL-SC), encontrou Bolsonaro para uma conversa sobre filiação.

Outras legendas que acenaram para o presidente são: Progressistas, Patriota, PTB e Republicanos. Este último já adicionou aos seus quadros os filhos de Bolsonaro, Carlos e Flávio.