21 de maio de 2024
PROGRAMA GOYAZES

Com aporte de R$ 40 milhões para projetos culturais, Goiás lidera investimentos em cultura

Programa Goyazes contemplou quase 300 projetos culturais em mais de 75 municípios de Goiás
Goiás supera estados como Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. (Foto: Secult)
Goiás supera estados como Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. (Foto: Secult)

Uma análise recente do Conselho Estadual de Cultura aponta que Goiás lidera o ranking de investimentos em cultura por meio de renúncia fiscal no Brasil em 2023. Segundo a análise, o Programa de Incentivo à Cultura (Goyazes), da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), direcionou R$ 40 milhões para projetos artísticos-culturais. Com isso, Goiás supera estados como Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Com o direcionamento de R$ 40 milhões, quase 300 projetos foram beneficiados em quase 300 projetos em mais de 75 municípios, como Goiânia, Itauçu, Nova Roma e Britânia. De acordo com a secretária de cultura, Yara Nunes, os números destacam o papel da renúncia fiscal em fomento à cultura.

“Esses números destacam o papel da renúncia fiscal como um mecanismo estratégico no fomento à cultura, refletindo uma tendência de apoiar diferentes formas de expressão artística e preservar o patrimônio cultural”, diz.

As iniciativas que o Goyazes investiu contemplam festivais de música, cinema e gastronomia ao longo de todo o estado de Goiás, além de edição e publicação de livros de autores goianos, exposições artísticas, turnês de artistas locais, gravações de CDs, apresentações de peças teatrais e espetáculos de dança, oficinas de práticas artístico-culturais diversas, produção e pós-produção de filmes que vão fomentar o audiovisual goiano nos próximos anos.

O direcionamento do dinheiro também contemplou eventos consolidados no calendário cultural goiano, como por exemplo a Procissão do Fogaréu, a amostra “O amor, a morte e as paixões” e o projeto “Música no Campus”, que trouxe cerca de 40 shows de grandes nomes da Música Popular Brasileira a preços acessíveis.

Em 2023, o Programa Goyazes possibilitou o restauro do órgão de tubos da Igreja Nossa Senhora do Rosário, na cidade de Goiás, sendo este o primeiro instrumento do tipo no estado. Para retomar o funcionamento, o investimento foi de R$ 184 mil.

Outros projetos que contaram com o incentivo financeiro do Goyazes foram a organização, edição, publicação e divulgação de uma antologia de obras integrais da Literatura Goiana e o II Festival Internacional de Cinema de Goiânia (GIFF). Este último assegura a promoção, difusão e circulação de longas e curtas de qualquer gênero e tipologia, em nível internacional.


Leia mais sobre: / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.