27 de fevereiro de 2024
Publicado em • atualizado em 24/01/2024 às 13:38

Vila Cultural Cora Coralina reabre com exposição de Jadir Mendonça

Jadir Mendonça desenvolveu técnica refinada para a confecção de suas telas em tinta acrílica. (Foto: Divulgação).
Jadir Mendonça desenvolveu técnica refinada para a confecção de suas telas em tinta acrílica. (Foto: Divulgação).

O olhar aguçado da natureza, sobretudo o verde das matas densas, é retratado nas 53 telas da exposição ‘Pé de Pau em Mato Verde’ do arquiteto Jadir Mendonça de Lima. A exposição individual dá início à temporada 2024 da Vila Cultural Cora Coralina, localizada no Centro de Goiânia. A reabertura acontece 1º de fevereiro, a partir das 18h30, e a mostra seguirá em cartaz até 3 de março, no salão Antônio Poteiro.

A vocação para a pintura começou na década de 70. Aluno de Frei Confaloni e Amaury Menezes na PUC Goiás, Jadir Mendonça desenvolveu técnica refinada para a confecção de suas telas em tinta acrílica. Além de artista, Jadir que também é urbanista e paisagista, foi diretor de planejamento da Companhia de Desenvolvimento de Goiás, antiga Codeg do primeiro governo de Iris Rezende.

Jadir Mendonça

No campo profissional, Jadir trabalhou na implantação da Usina de Corumbá IV e no projeto Rio Formoso, tendo acompanhado de perto a edificação da Vila Mutirão e dos bairros da Vitória, Primavera, Floresta, Boa Vista, São Carlos e São Domingos, todos em Goiânia, além do Conjunto Morada do Morro, em Senador Canedo.

Jadir é irmão do jornalista e escritor Ivan Mendonça, autor do livro ‘O Espião do Morro’, lançado em 2019, que narra as mutações do jornalismo impresso após a chegada das redes sociais, além das entrelinhas e dos bastidores da ascensão e queda do Tempo Novo em Goiás.

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019