10 de agosto de 2022
Publicado em • atualizado em 27/07/2022 às 11:07

Sem Lissauer, Vilmar Rocha é visto como opção para senador com Ana Paula Rezende na suplência 

As frequentes reuniões entre o presidente do MDB, Daniel Vilela, e Rocha levantaram especulações sobre o interesse do partido indicar Ana Paula Vilela. (Foto: Montagem)
As frequentes reuniões entre o presidente do MDB, Daniel Vilela, e Rocha levantaram especulações sobre o interesse do partido indicar Ana Paula Vilela. (Foto: Montagem)

A pré-candidatura de Vilmar Rocha a senador pelo PSD aparece nos bastidores da política como opção diante da iminente, e provável, saída de Lissauer Vieira. O presidente da Assembleia Legislativa não foi confirmado como candidato ao cargo pelo governador Ronaldo Caiado (UB) como era o desejo do deputado.

Lissauer tem feito conversas com o pré-candidato a governador Gustavo Mendanha (PATRIOTA) e, é fato conhecido, que tal situação não agradaria a Vilmar por causa da eleição de 2020. Naquela data, Veter Martins do PSD, foi tirado da candidatura a vice e foi colocado Vilmar Mariano.

As frequentes reuniões entre o presidente do MDB, Daniel Vilela, e Rocha levantaram especulações sobre o interesse do partido indicar Ana Paula Vilela para a suplência. O projeto inicial do PSD sempre foi de uma candidatura a senador como foi enfatizado centenas de vezes por Vilmar Rocha.

Continua após a publicidade

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista político.