22 de abril de 2024
Publicado em • atualizado em 28/05/2012 às 21:34

PSDB: Leonardo Vilela foi rifado?

O presidente regional do PSDB, Paulo de Jesus, deu uma declaração veiculada pela Rádio 730, hoje, que evidencia um claro processo de fritura da candidatura do deputado Leonardo Vilela.

“Nós temos três excelentes pré-candidatos. Leonardo Vilela, João Campos e Fábio de Souza. Mas, nós precisamos ter um candidato. E, após a escolha do candidato, que deve ser imediata, aí, sim, nós vamos conversar com a base aliada. Nós precisamos é da definição mais rápida. Vamos apresentar, resolver os problemas, curar as feridas que por acaso ficarem. Começar a fazer nossas propostas. Conversar com a base aliada e apresentar nossas propostas para o goianiense”.


O quê ficou claro com esta declaração de Paulo de Jesus?

  1. Leonardo Vilela era o candidato único, anunciado oficialmente pelo partido e não é mais. Sofreu a queda com o problema das citações do caso Cachoeira.
  2. João Campos e Fábio Souza voltaram á condição de possíveis candidatos e ganharam importância no processo.
  3. O tempo apertou, e muito, para a base marconista.
  4. “Curar as feridas” significa o quê? Dar um rumo para Leonardo Vilela?
  5. É fato que o PSDB voltou atrás na indicação de Leonardo Vilela.

Pelo menos, é isso que se entende pelas rápidas e nervosas palavras do presidente do PSDB.

O quê você percebeu, internauta?

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .