14 de junho de 2024
Publicado em • atualizado em 29/04/2024 às 07:59

PL anuncia chapa para eleição em Goiânia, após ataques de opositores

Gayer, está entre os primeiros colocados nas pesquisas e tudo leva a crer que ele estaria no segundo turno das eleições se a disputa fosse hoje. (Foto: Reprodução/Twitter)
Gayer, está entre os primeiros colocados nas pesquisas e tudo leva a crer que ele estaria no segundo turno das eleições se a disputa fosse hoje. (Foto: Reprodução/Twitter)

A tarde desta segunda-feira, 29, deve selar a candidatura do deputado federal Gustavo Gayer (PL) para a prefeitura de Goiânia. A expectativa é essa para o encontro do partido, que foi anunciado pelo presidente do partido em Goiânia.

No sábado, o presidente do PL em Goiás, senador Wilder Morais, e o presidente do PL em Goiânia, deputado federal Gustavo Gayer, se reuniram e postaram nas redes sociais que nesta segunda será anunciada uma decisão que vai abalar a política goianiense.

O pré-candidato sempre destaca que vai ser candidato e trabalha para isso conversando com lideranças. Ele participou ativamente das conversas para a formação da chapa de vereadores.

Insegurança

O Partido Liberal viu a candidatura de Gayer sendo colocada em dúvida por declarações de integrantes do partido e lideranças interessadas no apoio do PL na disputa desse ano. Gustavo Gayer, está entre os primeiros colocados nas pesquisas e tudo leva a crer que ele estaria no segundo turno das eleições se a disputa fosse hoje.

Lideranças ligadas a Gayer dizem que seria insano o líder nas pesquisas abrir mão da disputa para apoiar outro candidato. O deputado estadual Delegado Eduardo Prado deu declarações de que, se Gayer não for candidato em Goiânia, ele será. Em vídeo com o pré-candidato à prefeitura de Aparecida, deputado federal Professor Alcides, o político de Aparecida diz que vai visitar o amigo Gayer no congresso.

Interesses

Lideranças destacam que a candidatura de Gayer pode não vingar. Sandro Mabel disse que Gayer não vai sair de Brasília e que não será candidato. Gustavo Mendanha filiou a esposa Mayara no PL esperando a possibilidade de indicar a vice na chapa governista. O MDB diz que existem algumas possibilidades de abrir mão da vice de Sandro Mabel, uma delas é a composição com o PL.

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .