14 de junho de 2024
Publicado em • atualizado em 22/04/2024 às 12:18

“Onde tem Rogério, tem trabalho”

Cruz promete padrões europeus para a limpeza de Goiânia com varrição mecanizada e usa o próprio nome associado a "trabalho" em discurso (foto divulgação secom Goiânia)
Cruz promete padrões europeus para a limpeza de Goiânia com varrição mecanizada e usa o próprio nome associado a "trabalho" em discurso (foto divulgação secom Goiânia)

Em plena pré-campanha eleitoral, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (SOLIDARIEDADE) mudou o tom de sua fala pública e adicionou novos elementos. O fato foi percebido na apresentação dos novos equipamentos da coleta de lixo e varriçaõ da cidade. Certamente,  já é uma mudança a partir da contratação do marketeiro e estrategista político, Paulo Moura. “Onde tem Rogério, tem trabalho”, disse o prefeito no meio do discurso de apresentação da frota de veículos para a nova limpeza terceiriza da prefeitura de Goiânia.

A reportagem do Diário de Goiás notou que o prefeito fez a apresentação com um texto meticulosamente preparado para o evento. Normalmente, ele faz discursos de improviso com a confiança na sua capacidade de fala. Agora, foi diferente.

O fato de usar uma frase que linka o nome dele com a expressão “trabalho” indica uma estratégia política e de comunicação de formatar um conceito para a percepção do eleitorado. O uso da frase pessoal no evento oficial da prefeitura pode até ser considerada inadequada do ponto de vista jurídico e até provocar consequências para o gesto. Talvez sim, talvez não.

Além do ajuste na parte textual do evento, Cruz aumentou o tom de sua fala para demonstrar mais confiança e segurança. A mudança tem sintonia com o que o marketeiro do prefeito avaliava como necessidade de melhoria na comunicação pessoal do prefeito.

Ainda é cedo para concluir se a nova estratégia vai dar o efeito esperado para a reversão da imagem negativa do prefeito junto a uma boa parte do eleitorado. Mas, a atitude demonstrada na comunicação é um dos fatores primordiais para a gestão da imagem dos que estão na política ou em outras áreas.

O inverso disso é um gestor que apresenta uma novidade e faz um discurso desempolgado ou com um improviso que leva para conexões inadequadas.

De volta a Cruz, não é a toa que a campanha da prefeitura de Goiânia usa a frase “Goiânia não para, Goiânia trabalha”. Enfim, está aí uma das estratégias do prefeito: Mostrar que tem trabalhado.

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .