20 de maio de 2022
Publicado em • atualizado em 10/02/2022 às 19:04

Goiânia e Caixa acertam contrato emergencial de gestão da folha por R$8,2 mi

Geraldo Lourenço, secretário de Finanças da prefeitura de Goiânia em entrevista a Altair Tavares do Diário de Goiás (foto Diário de Goiás)
Geraldo Lourenço, secretário de Finanças da prefeitura de Goiânia em entrevista a Altair Tavares do Diário de Goiás (foto Diário de Goiás)

A secretaria de Finanças da Prefeitura de Goiânia chegou à conclusão da negociação para um contrato emergencial com a Caixa para a gestão da folha de pagamento. O início do acordo foi informado pelo Diário de Goiás, em janeiro.

O novo contrato terá início em 01/03/2022 e validade de seis meses. Para este período, a instituição bancária vai fazer um pagamento mensal médio de R$ 1.367.252,33. O valor total médio estimado desse contrato será R$ 8.203.513,98.

O contrato emergencial mantém a Caixa na gestão da folha de pagamento dos servidores públicos municipais, e outros serviços, enquanto desenrola-se a licitação para o contrato definitivo.

Continua após a publicidade

A negociação é conduzida pela secretário de Finanças da Prefeitura de Goiânia, Geraldo Lourenço.

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista político.