28 de maio de 2024
Publicado em • atualizado em 15/05/2024 às 16:23

Escritor goiano lança livro-objeto na Fargo 2024, nesta sexta (17)

O escritor Marcelo Perilo lançará sua obra "Obituário", nesta sexta (17). Foto: Fernando Alves
O escritor Marcelo Perilo lançará sua obra "Obituário", nesta sexta (17). Foto: Fernando Alves

A 6ª Feira de Arte de Goiás (Fargo), considerada a maior feira de negócios em arte do Centro-Oeste, acontece entre os dias 15 a 19 de maio, com palestras, seminários e lançamento de livros, entre eles, o livro-objeto intitulado “Obituário”, do escritor goiano Marcelo Perilo. O lançamento da obra será no dia 17 de maio, às 17h, no espaço literário MMarte, no Museu de Arte Contemporânea de Goiás, localizado no Centro Cultural Oscar Niemeyer.

O livro “Obituário” é resultado de uma pesquisa de Marcelo Perilo por uma estética e poética que ele denomina “tropical sombrio”. Esse termo é utilizado pelo autor para nomear seu estilo de escrita, que se nutre de referências artísticas lúgubres e soturnas, inclusive as latino-americanas. Esse estilo de escrita é o que conecta os contos na publicação, que são diversos entre si em relação aos espaços, tempos históricos e personagens que apresentam. 

As narrativas nessa obra literária apresentam questões relativas a morte, amor e liberdade, conectadas a um grande tema, o terror. Em cada uma das histórias, observa-se como as personagens criam estratégias e possibilidades para lidarem com os medos e os monstros que as afligem.

Um livro-objeto subverte as características de um livro tradicional por conta da experimentação no formato das obras. Esse tipo de publicação apresenta elementos em sua forma a ponto de não serem feitas apenas para serem lidas, mas destinadas a também serem montadas ou dobradas como se fossem esculturas flexíveis.

Experiência única

O livro-objeto em questão é uma caixa em formato alusivo a uma gaveta mortuária comum em cemitérios. As 7 narrativas ficcionais são apresentadas em folhas avulsas, ou seja, sem cola, costura ou grampo. Essas folhas são acondicionadas dentro da caixa que lhes serve como jazigo. Para a pessoa leitora, esse é um convite à experimentação literária, pois não há indicação de ordem correta de leitura dos contos.

No evento, o público poderá ler, tocar e desvendar “Obituário”. O autor estará presente para dialogar com as pessoas leitoras e para as sessões de autógrafo. Para a editora Alda Alexandre, a obra traz uma nova visão, que foge ao convencional. “Trabalhar com uma obra literária que foge aos cânones do que é um livro convencional (que tem páginas numeradas, coladas, prensadas e costuradas), é uma coisa, por si só, desafiadora. ‘Obituário’ carrega um universo enorme de signos. Em sua visualidade, nada é aleatório: tudo ali nasceu das narrativas e do conceito ‘tropical sombrio’ que forjou a própria obra”, comentou.

Sobre o autor

Marcelo Perilo nasceu em Goiânia, viveu em São Paulo e agora mora em Belo Horizonte. Fez graduação em Comunicação (habilitação em Jornalismo) e mestrado em Antropologia, ambos na Universidade Federal de Goiás, e doutorado em Antropologia, na Universidade Estadual de Campinas. Ele idealiza e realiza seus projetos de escrita, muitas vezes, sem pressa, mas sempre com paixão. O autor já recebeu os seguintes prêmios: Literatura em Audioficção, oferecido pelo Itaú Cultural (2005); e prêmio de publicação de um livro a partir de sua dissertação de mestrado, oferecido pela Editora da Universidade Federal de Goiás (2014).

A Fargo

A Feira de Arte Goiás (Fargo), considerada a maior feira de negócios em arte do Centro-Oeste, chega à 6ª edição entre os dias 15 a 19 de maio, com programação gratuita no Museu de Arte Contemporânea (MAC), do Centro Cultural Oscar Niemeyer. O evento tem apoio do governo de Goiás, por meio do Programa Goyazes, gerenciado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e traz como proposta representar o segmento das artes visuais e fomentar a produção artística e o escoamento na capital e no Estado.

O roteiro de atividades inclui ainda lançamento de livros, palestras (com certificado), seminários e várias atividades. Nesta edição haverá um espaço literário, onde acontecerão lançamentos de pelo menos 10 livros inéditos, de livros de arte ou projetos editoriais mais elaborados. Completando a lista de espaços da feira, uma praça de alimentação para comodidade do público. A ideia é, para além do caráter cultural da exposição, proporcionar ao visitante a experiência mais ampla de um ambiente focado ao mesmo tempo em cultura, arte, negócios, colecionismo e bem estar.

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.