16 de julho de 2024
Publicado em • atualizado em 05/06/2024 às 17:02

Começa nesta quinta (6) o 18º Festival Italiano de Nova Veneza; confira programação

Serão mais de 25 pratos de comidas típicas italianas. Foto: Divulgação
Serão mais de 25 pratos de comidas típicas italianas. Foto: Divulgação

Este ano, o Festival Italiano de Nova Veneza completa 18 anos, e para celebrar a maioridade, boa gastronomia, cultura, apresentações artística e garantia de diversão para todos os públicos. A 18ª edição do Festival acontecerá a partir desta quinta-feira (6) até domingo (9) com o tema “A casa da Itália”.

A expectativa é receber 120 mil visitantes ao longo dos quatro dias de Festival. O evento tem o objetivo de resgatar a cultura italiana dos descendentes da principal colônia de italianos de Goiás. O município de Nova Veneza, inclusive, recebeu no ano passado o título de Capital Italiana de Goiás, por meio de uma lei estadual.

Na programação deste ano, além das experiências culinárias, os visitantes poderão desfrutar de atrações nacionais, gratuitamente. Na parte da gastronomia, somente na Cantina da Nonna serão 25 opções de pratos a partir de R$ 25. Outros 40 expositores também levarão outras opções.

Serão mais de 25 opções de pratos típicos italianos, além da programação com atrações especiais. Foto: Divulgação.

Confira abaixo a programação completa dos quatro dias de Festival Italiano de Nova Veneza:

Quinta-feira (06/06):

19h – Missa de abertura

22h – Abertura/Show com o cantor Daniel Boaventura: Rosto conhecido por novelas como Laços de Família (2000), Malhação (2006-2008) e Tapas & Beijos (2011 -2015), o artista tem na música sua maior paixão e carreira principal. Em 2010, atuando em na novela global Passione, foi inspirado a lançar seu segundo álbum, composto apenas por músicas italianas, intitulado Italiano. Famoso por sua versatilidade, o cantor interpreta clássicos de Frank Sinatra, Elvis Presley e Barry White em seus shows, conhecidos por sua energia e emoção. Recentemente, lançou-se na carreira internacional, gravando álbuns e esgotando ingressos no México e na Rússia. O show é um oferecimento do Sesc ao evento.

Sexta-feira (07/06):

19h – Apresentação do coral infantil Vocini di Venezia: O coral é composto por 42 alunos de 6 a 10 anos da rede municipal de Nova Veneza ensaiaram intensamente para a 18ª edição do Festival Italiano, sob a orientação da professora Iraides Pereira. O repertório inclui “Tintarella di Luna” e “Ci Vuole Un Fiore”, com mais solos do que nas edições anteriores.

19h30 – Apresentação do Quinteto de Cordas da Orquestra Sinfônica de Goiás: Formado por dois violinos, uma viola, um violoncelo e um contrabaixo, o grupo trará versões instrumentais de músicas populares, temas de filmes e peças clássicas conhecidas, proporcionando uma experiência musical diferente ao evento. A apresentação, que tem por duração cerca de 45 minutos.

20h – Apresentação do trio Dolce Cantare: Envolvida com a cultura italiana desde a infância, tanto no seio familiar quanto pela participação no coral infantil de Nova Veneza, a jovem cantora Ana Clara Miranda criou com suas primas o grupo “Dolce a Canter”. Neste ano, o trio leva ao Festival Italiano uma apresentação especial em homenagem à memória do avô, que muito lhe ensinou sobre a música italiana. O repertório inclui canções como “Con Te Partirò”, de Andrea Bocelli, e “Strani Amori” , de Laura Pausini.

21h – Apresentação do Grupo Folclórico Ítalo-Brasileiro: Responsável por levar ao público a beleza e alegria das tradicionais danças italianas, o conjunto retorna mais uma vez neste ano, com novas coreografias para representar a alegria do povo italiano, os usos, costumes e tradições dos imigrantes. Atualmente, o conjunto é tricampeão no Festival de Dança de Joinville (Danças Populares – Conjunto Avançado), considerado o maior festival de dança do mundo em número de participantes.

22h30 – Show com cantor Tony Angeli e banda: Aos 82 anos de idade e vivendo no Brasil desde 1964, Tony Angeli continua a encantar o público com as músicas de sua terra natal. Seus shows são marcados pela apresentação de grandes sucessos, como Roberta, All Di La, Dio Come Ti Amo, O Mio Senhore, Vollare, Sole Mio e Carusso, que fizeram história na era de ouro da música italiana.

Sábado (08/06):

11h30 – Apresentação do Grupo Folclórico Ítalo-Brasileiro;

12h – Apresentação do coral infantil Vocini di Venezia;

12h40 – Apresentação do Grupo Folclórico Ítalo-Brasileiro;

13h30 – Apresentação dos Tenores Weber Rosa e Alex Mayer;

19h30 – Apresentação do Grupo Folclórico Ítalo-Brasileiro;

20h15 – Apresentação do Coral Amici Di Venezia;

21h – Apresentação do Grupo Folclórico Ítalo-Brasileiro;

21h40 – Show com Essy e banda;

22h40 – Baile de Máscaras: Resgatando o histórico do carnaval de Veneza, festa que marcava o início da quaresma e foi instituída no calendário Veneziano em 1904 pelo Doge Vitale Falier, o baile mantém a tradição milenar do anonimato através das máscaras e traz diversão e brincadeiras para os foliões. A festa será animada pela cantora goiana, Anna Paula Drigo e banda, que promete agitar a noite de Nova Veneza com um repertório animado, resgatando as marchinhas italianas. A entrada é gratuita para o público.

00h30 – Show com Lorenzzo Bruce e banda: Cantor italiano que iniciou sua carreira profissional em 2023, após mudar-se para o Brasil em 2021. Formado em canto e teoria musical, ele vem desenvolvendo sua trajetória artística com apresentações em Goiânia. Em sua segunda participação no Festival Italiano, traz um repertório musical diversificado que inclui clássicos italianos, temas de novelas e interpretações internacionais.

Domingo (09/06):

12h – Apresentação do Grupo Folclórico Ítalo-Brasileiro;

13h30 – Show com Waldir Amaral;

14h30 – Show com Jordana Felix e Izadora Cruz;

16h – Apresentação dos tenores Weber Rosa e Alex Mayer;

18h – Panelaço: O 18º Festival de Nova Veneza será encerrado com o tradicional panelaço. Apesar do nome, não é manifestação política, trata-se de um desfile, realizado por todos os cozinheiros do festival, batendo suas panelas e fazendo uma divertida e animada sincronia.


    Luana Cardoso

    Luana

    Atualmente atua como repórter de cidades, política e cultura. Editora da coluna Crônicas do Diário. Jornalista formada pela FIC/UFG, Bióloga graduada pelo ICB/UFG, escritora, cronista e curiosa. Estagiou no Diário de Goiás de 2022 a 2024.