20 de maio de 2022
Publicado em

Bolsonaristas vão a Catalão na tentativa de hostilizar Lula… que não estava na cidade

Apoiadores de Bolsonaro cairam numa fake news
Bolsonaristas em Catalão (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Bolsonaristas em Catalão (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O primeiro dia dos Encontros Regionais do Partido dos Trabalhadores em Goiás, já dão bons indicativos de como serão as eleições em 2022. Simpatizantes do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), foram a porta da Associação Comercial Industrial e Serviços de Catalão (ACIC) da Câmara de Dirigentes Lojistas de Catalão (CDL) para protestar a “presença” do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Acontece que Lula estava distante do evento. Os simpatizantes de Bolsonaro acreditaram numa fake news disseminadas por “influenciadores” goianos. Eles diziam que era inadmissível que o ex-presidente estivesse em Goiás. Carregando faixas como “Brasil sim, comunismo, não. Brasil é Terra de Santa Cruz”, os manifestantes hostilizavam Lula que sequer estava presente ao evento.

“Eles acreditaram numa fake news repercutida por um professor e youtuber de Goiânia. Acabou que o Lula não estava presente e o evento foi um sucesso porque contava com base de trabalhadores dispostos a fazerem a diferença e tirarem Bolsonaro do poder”, declarou uma das lideranças do PT em Goiás, Fábio Júnior. 

Continua após a publicidade

A deputada estadual Adriana Accorsi (PT) lamentou o evento mas quis destacar que tratou-se de algo “ínfimo”. “Foi algo muito pequeno comparado ao que foi nosso Encontro. De fato, foi algo ínfimo e tende a aumentar à medida que Bolsonaro vai perdendo sua força. De todo o modo, é inadmissível que tais eventos ocorram. É um ataque às democracias quando tentam te cercear de alguma forma”.