20 de fevereiro de 2024
Publicado em • atualizado em 26/08/2022 às 18:21

Bento 16, Lula e Bolsonaro aparecem no primeiro dia de propaganda partidária ao Governo de Goiás

Veja como os candidatos ao Governo de Goiás usaram seus tempos de rádio e TV no primeiro dia de propaganda eleitoral (Foto: Reprodução)
Veja como os candidatos ao Governo de Goiás usaram seus tempos de rádio e TV no primeiro dia de propaganda eleitoral (Foto: Reprodução)

O PT em Goiás explorou a imagem do Papa emérito Bento 16 e do ex-presidente e candidato do PT ao Palácio da Alvorada em 2022, Luiz Inácio Lula da Silva no seu primeiro dia de campanha partidária em rádio e TV. Já o PL, de VItor Hugo apostou em uma apresentação do candidato feita pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). Os programas com a apresentação dos candidatos começaram nesta sexta-feira (26/08).

A estratégia já faz parte das campanhas em aproximar os candidatos em Goiás da eleição nacional. Tanto Wolmir Amado, do PT, como Vitor Hugo, do PL, vem encontrando dificuldades em alavancar nas pesquisas. Se por um lado, Lula e Bolsonaro polarizam a disputa no Brasil, em Goiás, os dois tem figurado bem atrás da polarização goiana formada pelo governador Ronaldo Caiado (União) e Gustavo Mendanha (PL).

O PT aproveitou o tempo para ligar a imagem de Wolmir Amado a sua trajetória como reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e gestor em educação. Coube ao candidato fazer um resumo de sua biografia: 37 anos atuando como professor, 28 anos de experiência em gestão e quase 20 anos como reitor da PUC. Como carta na manga, estão um mestrado, um doutorado e um pós-doutorado. 

O apelo à família também foi utilizado em seu primeiro dia de campanha: Wolmir veio do Rio Grande do Sul há quase 40 anos e há 33 anos é casado com uma goiana a professora Suely Amado. Da relação, vieram dois filhos. Durante sua gestão na PUC, o então reitor da PUC foi ao Vaticano visitar o Papa Bento 16, oportunidade em que recebeu a instituição tornou-se Pontifícia.   

Wolmir também aproveitou a campanha para se firmar como candidato de Lula em Goiás. O ex-presidente da República ainda participa do programa. “Me ajudou a fazer o Prouni. Quero com ajuda do Wolmir colocar Goiás nos trilhos do desenvolvimento com muita inclusão social”, destacou.

“Chama, chama, chama o Major!”

Deputado federal que busca assumir o Palácio das Esmeraldas a partir de 2023, Major Vitor Hugo apostou na sua amizade e relação com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) para sua apresentação. O parlamentar usou um vídeo em que o capitão reformado fala do candidato a um grupo de apoiados no cercadinho do Palácio da Alvorada.

“Ele é um cara competente, inteligente, trabalhador, entende do assunto. Se empanha e busca soluções. É major do exército, forças especiais, primeiro lugar em um concurso para Câmara de duas vagas. Foi meu líder [na Câmara]”, destacou. “Tem tudo para dar certo”, completa.

Com menos de um minuto de programa, a edição termina um trecho do seu jingle político: “Chama, chama, chama o major”

Mendanha rememora votos na eleição municipal

Já Gustavo Mendanha, que tenta tornar-se conhecido interior à dentro aproveitou-se de um predicado importante para a disputa eleitoral: sua a reeleição para Prefeito de Aparecida com 98,8% dos votos válidos, a maior vitória proporcional do país. Mendanha também escolheu o momento para se apresentar como o filho do ex-deputado Léo Mendanha e da dona Sônia Melo, casado com Mayara e pai de três filhos: Asafe, Luiza e Emanuel. 

Após 5 anos e três meses à frente da Prefeitura, o ex-emedebista o mandato para concorrer às eleições, segundo ele, ouvindo um clamor da rua.  Mendanha diz no programa que está preparado para governar o Estado, mesmo sabendo que o desafio é maior que gerir a segunda maior cidade goiana. 

“Aparecida é maior do que sete capitais brasileiras. Eu sei que administrar um município não é o mesmo que administrar o Estado, mas me sinto pronto e preparado para este desafio”, pontuou.

Campanha de Caiado explora imagem “aglutinadora” do governador e lembra filho falecido

Com maior tempo de TV e Rádio, a equipe do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) abusou de depoimentos e muita música para apresentar a reeleição do democrata. Apostou também em apresentar o médico ortopedista como alguém que possui perfil “aglutinador”, focando as imagens da filha de Iris Rezende, Ana Paula Rezende Machado e seu antigo oposicionista e candidato à vice, Daniel Vilela (MDB).

Era a oportunidade perfeita para mostrar que ele conseguia a confiança até mesmo daqueles que antes eram seus desafetos. “Governar é aglutinar pessoas”, descreveu. O programa também mostrou trechos de discursos de Ana Paula e Daniel Vilela.

Afetivo, a propaganda também fez referência ao filho do governador Ronaldo Caiado, Ronaldo Filho, que faleceu no começo de julho usando um vídeo com uma frase dita pelo próprio gestor estadual durante a convenção que oficializou as candidaturas. “Do nosso Ronaldo Filho que nos deixou há pouco mais de 30 dias mas que está lá em cima ajudando seu pai a continuar lutando e dizendo a mim: siga adiante meu pai!”, pontuou.

Cintia Dias convida para live

Com menor tempo de TV, a candidata do PSOl, Cintia Dias aproveitou para convidar aqueles que estavam acompanhando a propaganda para uma transmissão ao vivo que fazia naquele momento em suas redes sociais. “Com programa humanitária, diferente, organizado por nós na classe trabalhadora”, descreveu.

Reynaldo Pantaleão, da UP, Vinicius Gomes, do PCO, Edgar Diniz, do Novo e professora Helga Martins, do PCB, não tiveram seus programas exibidos no primeiro dia da propaganda de rádio e TV.

Domingos Ketelbey

Jornalista e editor do Diário de Goiás. Escreve sobre tudo e também sobre mobilidade urbana, cultura e política. Apaixonado por jornalismo literário, cafés e conversas de botequim.