21 de maio de 2024
Patrimônio imaterial

‘Circuito Histórico da Cultura Hip Hop’ será lançado neste sábado (3), em Goiânia

Cada local do circuito receberá placas com QrCode e app de acesso para mais informações sobre a manifestação cultural naquele lugar
Mcs, rappers, breakers, grafiteiros e pesquisadores se uniram para resguardar a história do Hip Hop em Goiás. (Foto: Divulgação).
Mcs, rappers, breakers, grafiteiros e pesquisadores se uniram para resguardar a história do Hip Hop em Goiás. (Foto: Divulgação).

Neste sábado (3) será lançado o ‘Circuito Histórico da Cultura Hip Hop’. O projeto, que consiste em mapear lugares importantes do movimento em Goiás, terá seu ponto de início no Centro de Referência da Juventude – CRJ/Ponto de Cultura Hip Hop, localizado na Vila Morais, região leste da capital. O evento começa às 14h e vai reunir representantes da “velha escola” do hip hop goiano.

Além do circuito cultural, o projeto de autoria do professor Alysson Garcia oferece ainda uma oficina gratuita de formação sobre salvaguarda de patrimônio e manutenção de acervo para artistas e agentes culturais ligados à cultura hip hop. A curadoria do projeto elenca nomes importantes do movimento em Goiás, como a rapper e Mc Inà Avessa, o lendário Dj Fox, o b.boy e pesquisador BergKamp e a grafiteira Kaly.

Circuito

No total, 8 lugares fazem parte deste circuito nesta primeira fase do projeto. As cidades que receberão placas indicativas do circuito serão Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade e Senador Canedo. Os locais selecionados foram: Feira Coberta da Cidade Vera Cruz (Aparecida de Goiânia), CÉU das Artes (Trindade), CRJ (Goiânia), Beco da Codorna (Goiânia), FORSEG (Senador Canedo), Martim Cererê (Goiânia), Castelinho do Lago das Rosas (Goiânia).

Cada local receberá placas com QrCode e app de acesso para mais informações sobre o hip hop goiano e, principalmente, sobre a manifestação cultural naquele lugar. O projeto foi contemplado pelo Edital de Fomento ao Patrimônio Material e Imaterial do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2023.

Movimento Hip Hop em Goiás

A construção da cultura hip-hop em Goiás foi trabalhada através dos vários contatos, tanto locais, regionais, como nacionais e transnacionais. Em julho de 2020, o hip hop tornou-se patrimônio imaterial da cidade de Goiânia, o que ressalta a expressiva cena da cidade, que inclui rappers, dj´s, grafiteiros, locais de expressão nacional e projetos.

Com quase cinco décadas de sobrevivência no Brasil, o movimento Hip Hop, também apropriado e disseminado como cultura Hip Hop, está presente nas casas, ruas, bairros, parques, praças, vielas, centros, museus, feiras, centros culturais, universidades, e percorre todo o estado.

SERVIÇO

Lançamento: Circuito Histórico da Cultura Hip Hop de Goiás
Data:
Sábado (3)
Horário: 14 horas
Local: CRJ – Av. Independência, nº 41, setor Morais, Goiânia-GO


Leia mais sobre: / / / Cidades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019