logomarcadiariodegoias2017

portal 2.jpg

 Entre os 246 municípios goianos, Goiânia ficou na 213º posição no ranking de transparência divulgado pelo Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás (TCM) e o  Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) nesta sexta-feira (14). O ranking avalia semestralmente o cumprimento da Lei de Acesso da Informação pelos Poderes Executivos dos municípios.

Foram analisados se os portais de transparência das prefeituras continham informações sobre receita e despesa, licitações e contratos, remuneração dos agentes, divulgação de horário de funcionamento, endereço e telefone; e a existência ou não no site de Serviço de Informação ao Cidadão (SIC).

Apesar do aumento da média de pontuação dos municípios, que subiu de 56 para 71 entre o primeiro e segundo semestre do ano passado, Goiânia caiu na pontuação. No primeiro relatório de 2017, a capital foi avaliada na 15º posição, com 86 pontos de 100.

No ranking atual, Goiânia está com 56 pontos. A capital foi pontuada com zero nos quesitos de transparência em Receita, Despesa, e divulgação de diárias e passagens de viagens a serviço da prefeitura. Segundo o Relatório, não estão disponíveis no site os contratos na íntegra celebrados nos últimos seis meses. Goiânia também zerou alguns subitens do quadro "Relatórios".

Os municípios melhor posicionados foram Gameleira de Goiás, Itapirapuã, Matrinchã e São Patrício, com 98 pontos cada. Rio Verde ficou na 84º posição, Aparecida de Goiânia na 48º posição, Anápolis na 74º, Trindade na 206º e Senador Canedo na 25º. 

Acesse o documento completo aqui.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH