logomarcadiariodegoias2017

thiago peixoto foto samuel straioto.jpg

O deputado federal Thiago Peixoto (PSD) afirmou neste sábado (7) que o PSD caminhará ao lado de José Eliton (PSDB) nas eleições de 2018. “O que o PSD quer, precisa e vai lutar é para estar ao lado em um projeto que represente não o continuísmo, mas a continuidade de um governo que vem dando certo. Então, esse é o nosso principal ponto. Acreditamos que o governador Marconi Perillo fez um grande trabalho até hoje e entendemos que os próximos passos devem e podem ser dados pelo governador José Eliton”, disse.

Segundo o deputado, o partido tem uma chapa equilibrada e fortalecida com a chegada de dois deputados estaduais à sigla, Lucas Calil e Simeyzon. Em contrapartida, o PSD perdeu Heuler Cruvinel para o PP.

“Entendo que nós temos uma chapa muito equilibrada, muito boa, que se fortaleceu muito com a chegada de dois deputados estaduais. Agora, mais que a questão de competitividade da chapa, eu colocaria como foco muito grande aqui a qualidade dos dois deputados estaduais que chegaram ao PSD, Lucas Calil, que representa uma força nova, um diálogo novo para a sociedade, e o deputado Simeyzon, que também representa algo muito novo e positivo. Então, hoje, nós temos quadros que fortalecem muito o partido”, afirmou.

Sobre a posição do presidente do PSD Goiás, Vilmar Rocha, que deseja se candidatar ao Senado, mas pode não conseguir uma vaga na base aliada, Thiago Peixoto destacou que Vilmar preferia seguir outro caminho. No entanto, o partido decidirá de forma democrática em qual base ficará.

“Nosso presidente tem uma posição muito clara e transparente: ele preferiria seguir em outro projeto. Mas ele é um homem sério, democrático e que diz a todo momento que vai respeitar a democracia do partido. Eu, pessoalmente, confio muito nisso porque tenho uma história pessoal com o Vilmar muito forte. Então, eu não tenho dúvida de que no momento final nós vamos de forma democrática escolher o melhor caminho. Heuler, o que ele me disse, é que teria melhores condições de construir o seu projeto junto ao PP, que também, pelas declarações que eu tenho visto, não vai declarar apoio agora. Então, eu acho que nesse ponto de vista não muda tanto assim”, concluiu. 

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH