logomarcadiariodegoias2017

Presidente do Sintego, Bia de Lima. (Foto: Divulgação/Sintego)
bia_de_lima_foto_sintego.jpg

Após algumas reuniões entre representantes da Prefeitura de Goiânia e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), a expectativa é de que um acordo seja firmado na próxima terça-feira (3). De acordo com o Sintego, nova reunião será realizada no Paço Municipal, com os secretários de Educação, Finanças e de Governo.

“O secretário de Educação já sinalizou que estão sendo feitos os cálculos e estudos de impacto dos reajustes. Nossa previsão é de que na terça-feira seja apresentada uma proposta que atenda toda nossa pauta, principalmente no que diz respeito aos reajustes para os administrativos e professores”, destacou a presidente do Sindicato, Bia de Lima.

Em seguida, será realizada uma assembleia geral, na quarta-feira (4), às 9h30, com paralisação de toda rede municipal de ensino.

Reivindicações

O Sindicato reivindica o pagamento do reajuste do piso dos professores e data-base dos servidores administrativos referente a 2018. Além disso, a categoria também pede o pagamento da diferença da data-base para os administrativos de 2017, progressões e titularidade, pagamento de adicional de incentivo funcional de 30% aos novos auxiliares de atividades educativas – em relação aos servidores temporários, pagamento de gratificação aos diretores e estabilidade econômica, entre outros.

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH