logomarcadiariodegoias2017

casal suspeito de estelionato foto policia civil.jpg

Rogério Alves dos Santos e a esposa Rafaela de Paiva Dias foram presos em flagrante pelo crime de estelionato. De acordo com responsável pelas investigações, delegado Ivaldo Gomes de Mendonça, o casal comprava mercadorias pela internet no cartão de outras pessoas e revendia os produtos. A estimativa é de que a dupla movimentava R$ 10 mil mensalmente.

“Na internet também compravam esses dados de indivíduos que, utilizando de programas maliciosos, capturavam os dados dos cartões bancários dessas pessoas e vendiam na internet. Então, Rogério e Rafaela eram essas pessoas que compravam esses dados e na posse deles, compravam vários produtos na internet. Após receber esses produtos, eles revendiam os produtos também na internet, utilizando endereços eletrônicos e perfis em redes sociais. Eles tanto compravam os produtos utilizando os dados dos cartões, de forma fraudulenta, como eles vendiam posteriormente esses produtos pela internet”, explicou o delegado.

O Grupo de Repressão a Estelionato e outras fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) teria recebido informações de que o casal praticava o crime e iniciou as investigações. Segundo Ivaldo Gomes, os produtos eram revendidos também pela internet, com anúncios em perfis em redes sociais. O casal foi preso na própria residência, localizada no setor Celina Park, em Goiânia.

produtos apreendidos pela pc casal suspeito de estelionato foto deic.jpg

“De pronto eles confessaram o crime, a ação criminosa, e verificamos também que na residência dos dois, localizada no setor Celina Park, funcionava um verdadeiro depósito de mercadorias, onde nós encontramos produtos de diversos tipos. Cosméticos, suplementos alimentares, eletro eletrônicos, produtos infantis, produtos que utilizavam para vender na internet. Eles negociavam por mês mais de R$ 10 mil, [o que] a gente acredita pelas informações levantadas, e vinham praticando isso possivelmente desde 2015. É um valor considerável”, afirmou o Ivaldo Gomes.

Conforme o delegado, as investigações serão mantidas, inclusive para localizar as vítimas, os titulares dos cartões e dados utilizados pelo casal para fazer as compras. Rogério e Rafaela foram autuados em flagrante e responderão pelos crimes de furto praticado mediante fraude e concurso de pessoa. 

Veja coletiva:

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH