24 de maio de 2024
Tempo

Chuvas intensas colocam quase todas as regiões de Goiás em alerta laranja; confira

Leste, Norte, Centro e Noroeste Goiano são as áreas que devem ser afetadas
Chuvas intensas podem provocar perigo a essas localidades entre esta quarta-feira (24) e a próxima sexta-feira (26), pela manhã. (Foto: Carlos Nathan Sampaio)
Chuvas intensas podem provocar perigo a essas localidades entre esta quarta-feira (24) e a próxima sexta-feira (26), pela manhã. (Foto: Carlos Nathan Sampaio)

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta laranja para Goiás, Distrito Federal e outros 11 estados do Brasil por causa da previsão de chuvas intensas, levando perigo a essas localidades entre esta quarta-feira (24) e a próxima sexta-feira (26), pela manhã. Em Goiás, quase todas as regiões estão em alerta, são elas Leste, Norte, Centro e Noroeste Goiano.

Há expectativa de chuva entre 50 e 100 mm/dia e de ventos intensos (60-100 km/h). Com isso, há riscos de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Além das áreas goianas citadas, outras regiões fetadas serão: Centro Sul Baiano, Vale São-Franciscano da Bahia, Ocidental do Tocantins, Sudeste Piauiense, Vale do Rio Doce, São Francisco Pernambucano, Sudeste Paraense, Nordeste Mato-grossense, Noroeste Espírito-santense, Centro Norte Baiano, Vale do Mucuri, Norte de Minas, Nordeste Baiano, Sul Baiano, Oriental do Tocantins, Jequitinhonha, Norte Mato-grossense, Leste Rondoniense, Sudoeste Paraense, Metropolitana de Belo Horizonte, Sudoeste Piauiense, Centro-Norte Piauiense, Metropolitana de Salvador, Extremo Oeste Baiano, Sertão Pernambucano, Noroeste de Minas, Central Mineira, Leste Maranhense, Baixo Amazonas, Distrito Federal, Madeira-Guaporé, Sul Maranhense, Litoral Norte Espírito-santense, Centro-Sul Mato-grossense, Sul Cearense, Oeste Maranhense.

O Inmet orienta que, em caso de rajadas de vento, o cidadão não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Há também a sugestão do desligamento de aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Outras informações podem ser obtidas na Defesa Civil do seu estado, no telefone 199, ou no Corpo de Bombeiros, 193.


Leia mais sobre: / / Notícias do Estado

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.