25 de junho de 2022
Keep Calm and preparem os agasalhos • atualizado em 12/05/2022 às 15:53

Chegada de frente fria no Brasil prevê queda de temperatura em Goiás, com registros abaixo de 3ºC na capital

Em Jataí, os termômetros poderão registrar temperaturas negativas, abaixo de 0º
Frio em Goiânia. Foto: Eduardo Ferreira
Frio em Goiânia. Foto: Eduardo Ferreira

A chegada de uma frente fria no Brasil deve atingir, na próxima semana, a região Centro-Sul do País. Com isso, o estado de Goiás deverá registrar baixas temperaturas, podendo chegar a até 5º graus na capital e abaixo de 0º em municípios do Sul do Estado, como Jataí. A previsão é do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo),

“Teremos uma entrada de ar frio de origem polar, que pode trazer temperaturas muito baixas para o estado de Goiás. Por exemplo, Jataí com 0º ou até com temperaturas negativas. Mineiros, também. Aragarças com 3º, Goiânia chegando a 5º de temperatura. Até Porangatu, que eu falo que é a cidade do fogo, pode chegar a 9º”, pontua o gerente do departamento da Semad, André Amorim.

Amorim explica que essa onda de frio que avança sobre Goiás, é em decorrência de uma massa de ar polar, que segue em direção ao estado.

Continua após a publicidade

A previsão do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), entretanto, vai um pouco além, com perspectivas de temperatura mínima de 3º na quinta (19) e sexta-feira (20). De acordo com o portal, o frio segue no sábado (21) e no domingo (22), com mínimas de 5º e 6º, respectivamente, e adentra a semana seguinte, com previsão novamente de mínima de 3º na segunda (23) e terça-feira (24). 

Conforme previsão do CPTEC, Jataí deve registrar, nos próximos dias 19 e 23, temperatura mínima de -2º.

Brasil terá semana de frio intenso

Os serviços de meteorologia afirmam que grande parte do Brasil vai enfrentar uma semana de frio atípico para o mês de maio a partir da próxima segunda-feira (16). 

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, o frio que se aproxima vem sendo divulgado como uma “erupção polar histórica“. O meteorologista da Climatempo afirma que o termo não existe na literatura da meteorologia, e o que de fato vai ocorrer tecnicamente é o avanço de uma “massa polar”, que o especialista classifica como “muito intensa”.

Serão diretamente impactados todos os estados do Centro-Sul do Brasil. O ápice será entre os dias 16 e 22.