13 de julho de 2024
Geral

CGU aciona Siemens para esclarecer denúncias de Cartel para construção do Metrô paulista

 

Empresa envolvida em formação de Cartel para licitação do Metro paulista faz parte conm cadastro pró-etica da CGU.

 

Hoje a Controladoria-Geral da União informou que vai propor a notificação da empresa Siemens para que preste esclarecimentos sobre denúncias de formação de cartel nas licitações do Metrô de São Paulo e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

 

A empresa faz parte do Cadastro Pró-Ética, mantido pela CGU, que faz exigências para adesão e permanência na lista, como não se envolver em denúncias capazes de gerar questionamentos quanto ao compromisso da empresa com a ética e a integridade. O comitê gestor do cadastro é que avaliará a possível exclusão da Siemens.

A CGU ressaltou, no entanto, que a aprovação para integrar o Cadastro Pró-Ética não deve ser entendida como um Selo de Empresa Limpa ou garantia de que a empresa esteja livre de atos de corrupção.

Segundo a CGU, a Siemens entrou no cadastro em 2011, anos depois dos fatos noticiados atualmente, provavelmente relacionados ao grande escândalo de que foi protagonista nos anos 2007 e 2008, e que resultou na implantação de um plano de integridade.

 


Leia mais sobre: Geral