28 de fevereiro de 2024
Idade

Censo 2022: Goiás tem 903 moradores com mais de 100 anos e 171 vivem em Goiânia

Ao todo, 322 são homens, 581, quase o dobro, são mulheres
Novos dados revelam que a população idosa do Brasil quase dobrou na última década, foi de 14 milhões em 2010 para 22 milhões em 2022. (Foto: reprodução)
Novos dados revelam que a população idosa do Brasil quase dobrou na última década, foi de 14 milhões em 2010 para 22 milhões em 2022. (Foto: reprodução)

As novas informações do Censo Demográfico 2022 divulgados nesta sexta-feira (27) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) afirmaram que há 903 centenários vivendo em Goiás atualmente. Mais do que isso, o total de pessoas com 65 anos ou mais no Brasil é de mais de 22 milhões e chegou a 10,9% da população, com alta de 57,4% frente a 2010, quando esse contingente era de 14 milhões, 7,4% da população.

Estes novos dados revelam que a população idosa do Brasil está crescendo gradativamente, aumentando assim, a expectativa de vida, seja por melhor qualidade de vida, seja por maiores cuidados das pessoas à saúde. Ainda sobre Goiás, dos 903 centenários vivendo no estado, 322 são homens, 581 são mulheres e 171 vivem em Goiânia. No Brasil são 37 mil as pessoas com mais de 100 anos.

Ainda em Goiás, onde vivem 7 milhões de pessoas, são mais de 630 mil com 65 anos ou mais, ou seja 9%. Na capital, em que há 1,4 milhão de moradores, mais de 147 mil tem 65 ou mais. Outro recorte do censo demográfico mostra que faixa de idade com mais moradores na capital é o de pessoas com 40 ano: são 27.402 pessoas e acompanha o censo no país, onde a faixa de idade com mais pessoas também é a de 40 anos, com 3,7 milhões.

O IBGE reforçou, ainda, que no Brasil, o aumento da população de 65 anos ou mais em conjunto com a diminuição da parcela da população de até 14 anos no mesmo período, que passou de 24,1% para 19,8%, evidenciam o franco envelhecimento da população brasileira.

Leia também: Censo 2022: Goiás tem mais mulheres do que homens; veja dados


Leia mais sobre: Notícias do Estado

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.