28 de maio de 2024
Alimentação

Ceia de Natal fit: opções leves e saborosas deixam pratos mais equilibrados

A especialista ressalta não ser necessário seguir nenhuma dieta em dias festivos, mas é importante moderar as porções
É possível mesclar pratos tradicionais da ceia de Natal com alimentos saudáveis, como frutas, sucos naturais e saladas. (Foto: Divulgação).
É possível mesclar pratos tradicionais da ceia de Natal com alimentos saudáveis, como frutas, sucos naturais e saladas. (Foto: Divulgação).

Para quem se dedicou ao longo do ano a uma rotina de vida mais saudável, com exercícios e dieta balanceada, o Natal e as demais festas de final de ano podem ser um gatilho. Porém, é possível seguir firme no propósito de melhorar a qualidade de vida e encerrar o ano com chave de ouro.

“Priorize alimentos frescos e naturais ao invés de utilizar os industrializados, pois isso ajudar a balancear a refeição”, explica a supervisora de nutrição pelo São Cristóvão Saúde, Cintya Bassi. Ela revela que o segredo está no preparo do cardápio. A especialista também indica mesclar receitas tradicionais, com outras mais saudáveis.

“Precisamos ter em mente que se nos alimentamos bem durante o ano, não é um dia festivo que vai colocar tudo a perder. Podemos aproveitar a data e as variações de cardápio relativas a essa época do ano. Hoje, a Internet ajuda muito a minimizar os danos, sendo possível preparar, por exemplo, receitas de manjar menos calórico, preparados com leite desnatado e leite de coco light, ou salpição light e ainda farofa com farelo de aveia”, exemplifica Cintya.

Pausa na dieta

A especialista ressalta não ser necessário seguir nenhuma dieta em dias festivos, mas é importante moderar as porções e mesclar com alimentos saudáveis, como frutas, sucos naturais e saladas, além de cuidar da hidratação. “Antes de comer, avalie os pratos da ceia e programe-se para experimentar porções pequenas das comidas de que mais gosta, evitando assim, o exagero”, pontua.

Por fim, a supervisora conclui que o hábito de “guardar o apetite” para a hora da ceia, comendo em quantidades reduzidas ao longo do dia, não é uma opção recomendada pela especialista: “isso trará maior dificuldade de controle e incentivará o consumo exagerado no período da noite”.


Leia mais sobre: / Variedades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019