14 de junho de 2024
Tradição goiana

Cavalhadas de Pirenópolis leva 25 mil turistas à festa que segue até terça (21)

Durante festa a cidade recebe mais de 25 mil visitantes vindos, principalmente, de Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília
Consideradas patrimônio imaterial do estado, as Cavalhadas são realizadas em Goiás há mais de 200 anos. (Foto: André Saddi/Secom)
Consideradas patrimônio imaterial do estado, as Cavalhadas são realizadas em Goiás há mais de 200 anos. (Foto: André Saddi/Secom)

Pirenópolis integra o chamado Circuito das Cavalhadas, projeto estadual que engloba 15 cidades e neste ano recebeu aporte de R$ 4 milhões do Governo de Goiás. Durante as Cavalhadas, a cidade recebe mais de 25 mil visitantes vindos, principalmente, de Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília. A encenação da batalha encenada ao ar livre começou no último domingo (19) e segue até terça (21).

Ao acompanhar as Cavalhadas de Pirenópolis na tarde deste domingo (19), o governador Ronaldo Caiado ressaltou a importância de valorizar a história, a cultura e a tradição do povo goiano, promovendo, ao mesmo tempo, o turismo, a geração de emprego e renda nos municípios. “O Governo de Goiás trabalha para incluir cada dia mais cidades no Circuito das Cavalhadas. Tudo aqui é da melhor qualidade, dentro daquilo que é a tradição”, afirmou Caiado.

Trabalhamos para manter viva essa beleza que é a encenação do combate entre mouros e cristãos e também para movimentar a economia dos municípios.

Ronaldo Caiado

A primeira-dama Gracinha Caiado se mostrou uma admiradora da tradição das Cavalhadas. “Em 2019 eram 11 municípios com Cavalhadas, hoje são 15. Isso sem dúvida traz alegria para população, gera emprego e renda, então vamos garantir que fomentar essa tradição seja uma missão de estado e não de governo. Tudo que é bom tem que ficar”, declarou ela.

Caiado e Gracinha prestigiam Cavalhadas de Pirenópolis. (Foto: André Saddi/Secom).

O vice-governador Daniel Vilela e os secretários da Retomada e da Cultura, César Moura e Yara Nunes, também prestigiaram o evento.

Investimento e estrutura

O vice-governador Daniel Vilela destacou que a festa “é um investimento não apenas na cultura, mas também no desenvolvimento econômico e social”, reiterou. Vale destacar que esta é a maior edição do evento, onde o governo investe parceria com as prefeituras.

As prefeituras são responsáveis pela aplicação dos recursos, utilizados para a montagem de tendas e estruturas de arquibancada, divulgação, compra de fantasias e adornos, entre outros itens. “Nosso foco sempre é a segurança das pessoas. Então trabalhamos para uma estrutura segura, com a Polícia Militar fazendo o monitoramento do circuito, câmeras e também com acessibilidade”, explicou a secretária da Cultura, Yara Nunes.

Tradição das Cavalhadas de Pirenópolis

Consideradas patrimônio imaterial do estado, as Cavalhadas são realizadas em Goiás há mais de 200 anos. Trata-se da encenação de batalhas entre cavaleiros cristãos, vestidos de azul, e mouros, trajados de roupas vermelhas, inspiradas no livro “Carlos Magno e os doze pares da França”. As Cavalhadas fazem parte da programação da Festa do Divino Espírito Santo e reúnem religiosidade, cultura e conexão com as raízes de uma tradição centenária.


Leia mais sobre: / / / Cidades / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019