13 de abril de 2024
Transporte Coletivo

Cartão Família do transporte coletivo fecha 1° mês com quase 4,5 mil cadastros

Ao apresentar os cartões no validador é cobrada a tarifa vigente (R$ 4,30) somente do cartão principal/do responsável e para os demais membros do grupo a viagem é gratuita
Cartão Família beneficia até cinco integrantes. (Foto: Sit Pass)
Cartão Família beneficia até cinco integrantes. (Foto: Sit Pass)

Lançado no dia 11 de fevereiro deste ano, o Cartão Família, do transporte coletivo de Goiânia e Região Metropolitana, fechou o mês com 4.427 cadastros realizados. Ao todo foram 2.687 no Cartão do Responsável e 1.740 de membros de famílias.

O benefício é para que as famílias possam melhor usufruir do transporte público coletivo aos sábados, domingos, feriados nacionais e municipais de Goiânia e toda região metropolitana, pagando apenas uma passagem, beneficiando até 5 integrantes.

Para o presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) Tarcísio Abreu, este Cartão Família veio para contemplar as famílias de Goiânia e da Região Metropolitana. De acordo com ele, era o que faltava para o lazer nos finais de semana.

“É como a cereja do bolo. Com muito trabalho e dedicação, mais uma vez fomos assertivos e os números nos mostram isso. Quase 4.500 famílias beneficiadas, não esperávamos um número tão alto. É mais dignidade para nossas famílias que usam o transporte público”.

Ao apresentar os cartões no validador é cobrada a tarifa vigente (R$ 4,30) somente do cartão principal/do responsável e para os demais membros do grupo a viagem é gratuita. O cartão principal/do responsável não é personalizado e pode ser utilizado por qualquer membro do grupo familiar e, inclusive, ser utilizado sem a presença dos demais cartões dos membros do grupo.

Já os cartões dos demais integrantes da família são personalizados e devem ser utilizados após o uso do cartão do principal/do responsável na mesma viagem. Os cartões dos demais integrantes da família não podem ser utilizados por terceiros.

Veja como solicitar

O membro familiar principal ou responsável deve acessar o site sitpass e informar os seguintes dados: nome, nome da mãe, data de nascimento, CPF e endereço de todos os membros da família que ficarão vinculados ao cartão principal/do responsável.

Confira alguns esclarecimentos:

Preciso recarregar meu Cartão Família?
Somente o cartão principal/do responsável deve ser recarregado em quaisquer pontos de venda Sitpass, bilheterias dos terminais e máquinas de autoatendimento. A viagem é gratuita para os demais membros do grupo familiar.

Tem ordem para usar o Cartão Família?
É importante que o cartão principal/do responsável seja usado primeiro na viagem. Os cartões dos membros não precisam seguir uma ordem lógica sequencial de uso na viagem.

Posso emprestar ou vender o meu Cartão Família para quem eu desejar?
Os cartões dos membros do grupo familiar serão personalizados, não podendo ser utilizados por terceiros. Já o cartão principal/do responsável não será personalizado, podendo ser usado por qualquer membro do grupo familiar.

Posso utilizar o Cartão Família sem os demais membros?
O cartão principal/do responsável pode ser utilizado por qualquer membro do grupo familiar sem a presença dos demais cartões dos membros do grupo. Já os cartões dos membros do grupo familiar não poderão ser utilizados sem a presença do cartão principal/do responsável. Para que membros do grupo familiar possam utilizar o seu cartão, alguém da família deve utilizar o cartão principal/do responsável na mesma viagem.

Posso utilizar o Cartão Família quantas vezes por dia?
Cada cartão (principal e membros da família) pode ser utilizado até 4 vezes por dia aos sábados, domingos ou feriados nacionais e municipais de Goiânia.

Tem alguma fiscalização no uso do Cartão Família?
Sim. A fiscalização no uso do Cartão Família será feita pela biometria facial e também pela checagem no uso dos cartões dos membros da família com ou sem a presença do cartão principal/do responsável.

Se o Cartão Família for utilizado indevidamente tem alguma punição?
Sim. O uso indevido será penalizado com bloqueio do cartão durante um mês. No caso de reincidência, o bloqueio será feito pelo prazo de seis meses, sem prejuízo de outras cominações legais e normativas aplicáveis.


Leia mais sobre: / / / Cidades