15 de junho de 2024
Política

Carlos Leréia recebeu Nextel e dinheiro emprestado de Cachoeira

Agência Senado – O deputado Carlos Leréia (PSDB-GO) admitiu à CPI do Cachoeira que recebeu um aparelho Nextel de Carlinhos Cachoeira, que acabou preso pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo. Leréia explicou recebeu emprestado um exemplar, no fim dos anos 90, quando fez uma viagem para a Disney com a família.

– Ele me emprestou para ir aos Estados Unidos, em 1998 ou 1999, não me recordo bem. Tenho cinco aparelhos por questão de economia, pois funcionam como rádio e não como celular. Posso falar 24 horas se eu quiser. Depois que voltei de viagem, devolvi para ele – explicou.

Empréstimos

O deputado negou ter usado cartão de crédito de Cachoeira para fazer compras e informou que está devendo R$ 120 mil a Cachoeira e não R$ 400 mil, conforme divulgado pela imprensa, e prometeu pagar quando ele sair da cadeia. O empréstimo foi para investimentos rurais.

Sobre a empreiteira Delta Construções, apontada pela PF como envolvida no esquema de Cachoeira, Carlos Leréia afirmou ter se encontrado várias vezes com Cachoeira na sede da construtora, que teria se tornado local de trabalho de Cachoeira depois que ele se separou.

– Não achei estranho ele estar com escritório na Delta, visto que sempre foi uma pessoa relacionada com meio-mundo: gente da Justiça, das artes, do empresariado. Carlinhos não era clandestino, não vivia na clandestinidade. Certa vez, até perguntei que negócios ele mantinha com a Delta, mas ele não quis me responder e não insisti – afirmou.

Carlos Leréia negou ser sócio de Cachoeira na compra de um terreno, mas informou ter adquirido um avião com outras duas pessoas.

– Minha cidade fica a 500 quilômetros de Goiânia e precisava deste meio de transporte, justamente para não ter que pedir emprestado a ninguém. A minha parte eu comprei por US$ 250 mil e está no meu nome, no meu CPF, tudo declarado. Não sei se Carlinhos ou o irmão dele comprou uma parte dos outros dois sócios – afirmou.

O relator Odair Cunha (PT-MG) já terminou suas perguntas e a palavra neste momento está com os parlamentares inscritos para questionar Leréia.


Leia mais sobre: Política

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .