27 de junho de 2022
Chapa majoritária • atualizado em 20/06/2022 às 16:39

Candidaturas avulsas para senador podem atrapalhar campanha de Caiado, diz Kassab

PSD tem o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira, como pré-candidato ao Senado
Presidente nacional do PSD fez visita à Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Foto: Maykon Cardoso/Alego)
Presidente nacional do PSD fez visita à Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Foto: Maykon Cardoso/Alego)

Na avaliação do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, a possibilidade de haver candidaturas avulsas a senador pela base do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) “pode atrapalhar”.

“Se começar a ter divergência e disputa sangrenta por votos entre os candidatos a senador, acaba criando um clima ruim na campanha, e isso é evidente que traz como resultado um desgaste”, afirmou Kassab, em resposta a um questionamento do Diário de Goiás, durante entrevista coletiva, nesta segunda-feira (20), na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego).

LEIA TAMBÉM: Kassab diz que PSD contribuirá com Goiás apresentando boa chapa: “ A qualidade de nossos candidatos é grande”

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM: Instituto Paraná mostra Waldir à frente e Lissauer enfraquecido entre candidatos da base na corrida para o Senado

O PSD tem o presidente da Alego, Lissauer Vieira, como pré-candidato ao Senado. No encerramento do encontro com pré-candidatos a deputado estadual e federal do partido, ele admitiu, pela primeira vez, que não descarta concorrer de forma avulsa.

Até então, Lissauer era o principal nome da base a trabalhar pela união do grupo caiadista, que continua sendo a estratégica preferida da cúpula do PSD. “Se puder ser feito um esforço para que tenha um única candidatura, a campanha será muito mais harmônica”, concluiu Kassab.

Continua após a publicidade