20 de julho de 2024
Senador Canedo

Campanha de vacinação contra a influenza começa nesta sexta (22); veja quem pode se vacinar

A distribuição para os municípios já começou a ser realizada nesta semana e as Secretarias Municipais de Saúde podem iniciar a aplicação das doses
A estimativa é que 75 milhões de pessoas sejam imunizadas em todo o País. (Foto: SES-GO).
A estimativa é que 75 milhões de pessoas sejam imunizadas em todo o País. (Foto: SES-GO).

Será lançada nesta sexta-feira (22), a Campanha de Vacinação contra a Influenza de 2024, promovida pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO). A abertura está prevista para às 8h, na Unidade de Saúde da Família Santa Rosa, em Senador Canedo, com a presença do secretário estadual da Saúde, Rasível Santos.

Conforme a superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, a distribuição para os municípios já começou a ser realizada nesta semana e as Secretarias Municipais de Saúde podem iniciar a aplicação das doses. “A influenza é uma doença que deve preocupar a todos os goianos, e a melhor forma de prevenção de casos graves e óbitos é a vacina. Ela é segura, eficaz e salva, todos os anos, milhares de vidas. Por isso, proteja-se”, reforça Flúvia.

A SES-GO recebeu do Ministério da Saúde (MS) uma primeira remessa, com 240 mil doses da vacina. No total, o público-alvo da vacinação em Goiás é de 2.482.497 de pessoas. A Campanha de Vacinação contra a Influenza segue nas 900 salas de vacinação do Estado, distribuídas nos 246 municípios goianos.

A vacina utilizada é trivalente, ou seja, apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação, protegendo contra os principais vírus em circulação no Brasil. A estimativa é que 75 milhões de pessoas sejam imunizadas em todo o País, com a vacina que pode ser administrada na mesma ocasião de outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação.

Confira quem pode se vacinar contra a Influenza

• Crianças de 6 meses a menores de 6 anos.
• Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos.
• Trabalhadores da Saúde.
• Gestantes.
• Puérperas.
• Professores dos ensinos básico e superior.
• Povos indígenas.
• Idosos com 60 anos ou mais.
• Pessoas em situação de rua.
• Profissionais das forças de segurança e de salvamento.
• Profissionais das Forças Armadas.
• Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade).
• Pessoas com deficiência permanente
• Caminhoneiros.
• Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso).
• Trabalhadores portuários.
• Funcionários do sistema de privação de liberdade.
• População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos)
• Crianças que vão receberem o imunizante pela primeira vez deverão tomar duas doses, com intervalo de 30 dias.


Leia mais sobre: / / Cidades / Senador Canedo

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019