19 de agosto de 2022
Notícias do Estado • atualizado em 22/12/2020 às 16:56

Câmara arquiva proposta que aumentava salário de vereadores

Câmara Municipal de Goiânia. Foto: divulgação/Câmara Municipal.
Câmara Municipal de Goiânia. Foto: divulgação/Câmara Municipal.

A Câmara de Vereadores de Goiânia arquivou nesta terça-feira (22) o projeto que aumentava salários de prefeito, vice, secretários e parlamentares municipais.

O vereador Wellington Peixoto (DEM), líder do prefeito Iris Rezende, coletou assinaturas para que o projeto fosse arquivado. Outros 25 parlamentares assinaram o requerimento.

O projeto que reajusta os salários é do vereador Milton Mercez (Patriota). A repercussão negativa de um aumento de salários num momento em que são sentidos efeitos econômicos da pandemia de covid-19 fez os parlamentares recuarem e decidir pelo arquivamento.

Continua após a publicidade

O texto previa que os subsídios subiriam dos atuais R$ 15,6 mil para R$ 18,9 mil, num reajuste percentual de 21,47%. O salário do prefeito, que hoje está fixado em R$24.208,02, segundo o projeto, ficaria com valor igual ao que recebe o deputado federal por Goiás (R$33.763,00). O reajuste é de R$9.554,98. Em percentual, o reajuste é de 39,47%.