22 de maio de 2024
Destaque 2 • atualizado em 10/03/2021 às 09:14

Caldas Novas estende decreto com medidas restritivas e flexibiliza comprovação de hospedagem para turistas

Caldas Novas decide cancelar festas de fim de ano
Caldas Novas decide cancelar festas de fim de ano

A Prefeitura de Caldas Novas anunciou na noite desta terça-feira (09/03) a extensão do decreto publicado no último dia 2 de março, com algumas modificações. O novo documento, flexibiliza a apresentação do comprovante de hospedagens nas barreiras sanitárias para entrar na cidade. Agora, a comprovação pode ser feita via e-mail, voucher ou similiar, podendo estar impressa ou mesmo em arquivo digital e poderá ser apresentada pelo celular, tablets ou notebooks. 

Outra especificação é em relação ao sistema de delivery, que a partir de agora pode ser realizado para entregar qualquer tipo de mercadorias e produtos, de segunda à sexta-feira das 6h às 18h. Porém, após as 18h, somente poderá ser realizada a entrega de alimentos e medicamentos. Já aos finais de semana, poderá haver entrega apenas de alimentos e medicamentos, por 24 horas. 

O novo decreto reforça ainda que está expressamente proibida a venda e o consumo de bebidas alcoólicas, em locais de uso público ou coletivo, das 18h às 06h. 

Sobre o fechamento das atividades não essenciais aos sábados e domingos, somente atividades como estabelecimentos de saúde, inclusive relacionados a atendimentos de urgência e emergência, farmácias e drogarias, clínicas de imagens e serviços de testagem para Covid-19. Também podem funcionar lavanderias industriais, destinadas à limpeza de utensílios hospitalares e hoteleiros, distribuidores e revendedores de gás, de combustíveis e borracharias. 

Ainda podem abrir aos finais de semana, respeitando o horário das 06h às 18h, supermercados, hipermercados e mercearias, com apenas a entrada de um membro por grupo familiar, açougues e peixarias, laticínios e frios, frutarias e verdurões. Já as panificadoras, padarias e confeitarias podem atuar somente com retirada no local ou delivery, ficando proibida a modalidade self-service.

Já os templos religiosos podem seguir as medidas do decreto anterior e continuar funcionando das 6h às 18h, todos os dias da semana.


Leia mais sobre: / / / / Cidades / Destaque 2

Domingos Ketelbey

Jornalista e editor do Diário de Goiás. Escreve sobre tudo e também sobre mobilidade urbana, cultura e política. Apaixonado por jornalismo literário, cafés e conversas de botequim.