27 de fevereiro de 2024
Goiás • atualizado em 05/07/2023 às 15:44

Caiado tem aprovação de 76% dos goianos, diz Instituto Paraná Pesquisas

Caiado tem 30,5% das intenções de voto dos goianos, superando o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tem 19,9%. Em terceiro lugar, aparece o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 14,8%.
Ronaldo Caiado reunião com governadores. Foto: Lucas Diener
Ronaldo Caiado reunião com governadores. Foto: Lucas Diener

Uma pesquisa, divulgada nesta segunda-feira (03), deixou motivado o morador do Palácio das Esmeraldas. O Instituto Paraná Pesquisas mediu a intensão de voto dos goianos para presidente da república. O resultado mostra o governador Ronaldo Caiado (UB) disparado em primeiro lugar, seguido pelo presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na pesquisa estimulada, quando é apresentado ao leitor uma cartela com o nome dos candidatos, Caiado aparece com 30,5% das intenções de voto, superando o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mencionado por 19,9% dos entrevistados. Em terceiro lugar, aparece o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 14,8%.

Leia também: Caiado entre os governadores mais bem avaliados do Brasil, diz ministro

Os demais candidatos testados na pesquisa foram Simone Tebet (MDB), com 7,6%; Ciro Gomes (PDT), com 5,3%; e Romeu Zema (Novo), com 4,2%. Os eleitores que disseram que votariam em branco, nulo ou nenhum somaram 12,6% e os que não souberam ou não responderam foram 5,1%.

Metodologia

A pesquisa ouviu 2.020 eleitores de 78 municípios goianos, de forma presencial, entre os dias 24 e 28 de junho. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa não está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), pois a legislação eleitoral só exige registro no ano da eleição.

Aprovação de Lula e Caiado

O instituto também avaliou a popularidade dos governos Lula e Caiado. Para os goianos o governo Caiado tem a aprovação de 76% dos eleitores e a desaprovação de 18,8%. De acordo com o levantamento, o governo Caiado é avaliado positivamente por 59,7% dos goianos, sendo 19,5% que o classificam como ótimo e 40,2% como bom. Os que consideram a atual gestão como regular somam 27,6%. Apenas 11% entendem como negativo o segundo governo de Ronaldo Caiado: 4,5% ruim, e 6,5% péssima. Não souberam ou não opinaram foram 1,6%.

Leia também: Ronaldo Caiado e Daniel Vilela: candidatos em tempo integral

O presidente Lula tem a desaprovação de 54,1% dos goianos e a aprovação de 37,6%. De acordo com o levantamento, o governo Lula é avaliado positivamente por 29,8% dos goianos, sendo 12,4% que o classificam como ótimo e 17,4% como bom. Os que consideram a gestão do presidente regular somam 22,9%. Já 44,9% entendem como negativo o terceiro governo Lula: 8,0% ruim, e 36,9% péssima. Não souberam ou não opinaram foram 2,5%.

Governo Ronaldo Caiado

Caiado foi eleito governador, pela primeira vez, em 2018, com 59,73% dos votos válidos, rompendo uma hegemonia de 20 anos do PSDB no estado. Em seu primeiro mandato, Caiado enfrentou uma grave crise financeira herdada da gestão anterior, que levou o estado a decretar calamidade pública.

Entre as principais medidas de seu governo, estão a renegociação da dívida com a União, a reforma administrativa que reduziu o número de secretarias e cargos comissionados, o pagamento dos salários dos servidores em dia, a regionalização da saúde, a ampliação das escolas em tempo integral e o combate à corrupção. Caiado também se destacou pela gestão da pandemia da Covid-19 em Goiás, sendo um dos primeiros governadores a adotar medidas de isolamento social e a garantir a vacinação da população.

Leia também: De olho em 2026, Ronaldo Caiado assume comando do União Brasil em Goiás

Iniciou em janeiro de 2023 o seu segundo mandato à frente do estado de Goiás, após ser reeleito em outubro de 2022 com 56,8% dos votos válidos. Caiado apresentou um plano de governo que prevê a continuidade e o fortalecimento das políticas públicas iniciadas em sua primeira gestão, com foco na saúde, educação, segurança, desenvolvimento econômico e social.

Última eleição presidencial em Goiás

Segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Lula teve 39,51% dos votos válidos no estado no primeiro turno, realizado em 2 de outubro, contra 52,16% de Bolsonaro. No segundo turno, realizado em 30 de outubro, Lula aumentou sua votação para 41,29%, mas não foi suficiente para superar Bolsonaro, que obteve 58,71%.

Lula só venceu na Cidade de Goiás

Lula venceu apenas em uma cidade do estado: Goiás, antiga capital e patrimônio histórico da humanidade. Na cidade, Lula teve 54,67% dos votos válidos no primeiro turno e 56,64% no segundo turno. Em todas as outras 245 cidades goianas, Bolsonaro foi o mais votado.

A derrota do Presidente Lula, em terras goianas, segue a tendência das últimas eleições presidenciais no estado, que desde 2006 não elege um candidato do PT. Em 2006 e 2010, o vencedor em Goiás foi Geraldo Alckmin (PSDB). Em 2014 e 2018, foi Aécio Neves (PSDB) e Bolsonaro, respectivamente.


Leia mais sobre: / / Brasil / Política

Fabrício Carvalho

Casado com Kariny Melo e pai do Ítalo Melo. Na vida o que vale é ter histórias para contar.