14 de junho de 2024
Manifestação

Caiado defende segurança pública durante Marcha para Jesus: “Vamos resgatar o país”

Na ocasião, o governador evitou discursar abertamente como pré-candidato, mas fez pontuações em relação à Segurança Pública

O governador de Goiás Ronaldo Caiado (UB) discursou na 32ª edição da Marcha Para Jesus, em São Paulo, na tarde desta quinta-feira (30). Na ocasião, o governador evitou discursar abertamente como pré-candidato, mas fez pontuações em relação à Segurança Pública, tida como um dos destaques de sua gestão, que possuí índices de aprovação acima de 80% no Estado. “Vamos resgatar o país, vamos trazer a paz, vamos trazer a condição de desenvolvimento de nosso povo”, discursou.

No evento, mais de 17 mil caravanas de fiéis de todo o país se deslocaram para a cidade de São Paulo. Ao público presente, Caiado destacou que a segurança pública é uma forma de preservar as famílias. “Para dizer em alto e bom som: nós querermos preservar a família em nosso país. E a maneira de preservar é exatamente fazer com que tenhamos condições de implantar a segurança pública cada vez melhor, para não deixar que a droga avance sobre as famílias.”, completou o governador.

Essa energia é que vai mudar esse Brasil. Essa força do povo é que vai fazer o Brasil voltar ao seu caminho, a trilhar o bom caminho.

Ronaldo Caiado

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), também esteve presente no evento e também é cotado como possível candidato do campo da direita à Presidência da República em 2026, contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em sua fala, Tarcísio pediu que os fiéis presentes na Marcha Para Jesus orem pela classe política. Em seguida, o governador citou passagens bíblicas.

A Marcha para Jesus todo ano quebra recorde. Todo ano tem mais gente. E aí a gente pensa quem somos, quem são vocês, quem sou eu. Somos escolhidos.

Tarcísio de Freitas

Também estiveram presentes ao evento os deputados federais Cesinha de Madureira (PSD-SP), um dos líderes da Frente Parlamentar Evangélica na Câmara, e Rosana Valle (PL-SP), que é pré-candidata a prefeita de Santos; os deputados estaduais Jorge Wilson (Republicanos), que disputará a prefeitura de Guarulhos, segunda maior cidade do estado. O evento também atraiu vereadores da capital paulista e prefeitos do interior de São Paulo.

Lula enviou carta ao evento

Ainda distante do público evangélico desde as eleições, o presidente Lula enviou uma carta lida no evento pelo advogado-geral da União, Jorge Messias, que, por ser evangélico, tem sido um dos interlocutores com o segmento religioso. Na carta Lula diz que, “como cristão, sinto-me regozijado de ver a dimensão extraordinária que este evento tomou”. O presidente também destacou seu orgulho por “ter sancionado a Lei que criou este Dia Nacional da Marcha para Jesus, em 2009, ainda no meu segundo mandato como Presidente da República”.

Veja a carta de Lula na íntegra:

“Ao Ilustríssimo Senhor Apóstolo Estevam Hernandez, receba minhas cordiais saudações.

É sempre uma honra e uma alegria receber o seu convite para participar da Marcha para Jesus. Quero expressar meu respeito e meu reconhecimento pela realização de mais uma edição deste evento, que reúne milhares de fiéis em um momento de fé, unidade e oração.

Como cristão, sinto-me regozijado de ver a dimensão extraordinária que este evento tomou e o papel significativo que ele desempenha na vida de muitos brasileiros, promovendo valores de paz, fé, amor ao próximo e solidariedade.

Ver esse resultado só aumenta o orgulho que sinto de ter sancionado a Lei que criou este Dia Nacional da Marcha para Jesus, em 2009, ainda no meu segundo mandato como Presidente da República.

Uma das características mais formidáveis da Marcha é a capacidade de reunir fiéis de diferentes igrejas cristãs do Brasil e do mundo, sendo um evento aberto e de inclusão, que permite a participação de toda a população. Isso é uma demonstração inequívoca da prática daquilo que nos ensinou Jesus: ‘a comunhão’, que promove e fortalece os vínculos entre as pessoas. Conforme nos mandou Jesus: “amem-se uns aos outros. Assim como eu amei vocês, vocês devem se amar uns aos outros. Se vocês tiverem amor uns para com os outros, todos reconhecerão que vocês são meus discípulos” (Jo 13,25-26).

Esse ensinamento é o que norteia o trabalho do nosso governo, que tem um foco muito preciso: união e reconstrução.

Temos o compromisso profundo, com todos os brasileiros, de construir um país mais justo e inclusivo. As ações do meu governo são desenvolvidas a partir dessa premissa e buscam promover uma vida digna à família brasileira.

E a Igreja desempenha um papel vital nesse compromisso, que se reflete na sua ação social e no suporte espiritual de seus fiéis. Por isso, acredito que, juntos, podemos fazer muito mais pelo bem-estar, a paz e a harmonia de nosso povo.

Tenho certeza de que a Marcha para Jesus de 2024 será, como nos anos anteriores, um evento abençoado, que renovará a esperança e a fé de todos os participantes.

Como, infelizmente, não consegui estar presente, pedi ao ministro-chefe da Advocacia-Geral da União, Jorge Messias, que representasse a mim e ao governo.

Ele está honrado, como também estou.

Que Deus abençoe a todos.

Atenciosamente,
Luiz Inácio Lula da Silva
presidente da República Federativa do Brasil”


Leia mais sobre: / / Brasil / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019