29 de fevereiro de 2024
Destaque nacional

Caged aponta Formosa como município líder na geração de empregos no agro, no Brasil

A cidade do interior de Goiás liderou o ranking de geração de empregos formais no mês de abril, sendo destaque no país
Produção de mudas gera empregos com carteira assinada no campo. Foto: Ênio Tavares
Produção de mudas gera empregos com carteira assinada no campo. Foto: Ênio Tavares

De acordo com levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Formosa foi o município brasileiro que mais gerou empregos no agro, em abril deste ano. Ao todo, foram 1704 novas vagas de trabalho formais no segmento do agronegócio.

A agropecuária goiana criou, no geral, 2.317 empregos em abril. O desempenho positivo colocou Goiás no cenário nacional, com 2,3 mil postos formais criados no campo no quarto mês do ano. O melhor desempenho no Centro-Oeste e terceiro melhor do país.

De acordo com o MTE, as atividades que mais contribuíram para o saldo positivo do setor foram a produção de sementes e mudas certificadas e as lavouras temporárias. O maior número de novos postos com carteira assinada foi proporcionado pelas lavouras temporárias, puxadas sobretudo pelo cultivo de cana-de-açúcar.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende, ressaltou a importância do agro goiano para o país. “De janeiro a abril, tivemos um saldo positivo de 11,1 mil empregos no campo em Goiás. Isso significa milhares de famílias impactadas positivamente por novas oportunidades”, ressalta Rezende.


Leia mais sobre: / / / / Notícias do Estado

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.