logomarcadiariodegoias2017

Os servidores estaduais da Saúde, vinculados ao Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde no Estado de Goiás (Sindsaúde/GO) farão logo mais, às 9h30, uma manifestação contra a alteração da data-base, em frente a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás.

De acordo com a assessoria de imprensa do sindicato, durante a manhã de hoje (9) serão feitas deliberações sobre os próximos atos da categoria. De acordo com o Sindsaúde, os servidores reivindicam o pagamento da data-base de 2014 que ainda não foi pago.

A notícia do não pagamento da data-base do funcionalismo público foi confirmada na última terça-feira (6). Segundo a secretária da Fazenda de Goiás, Ana Carla Abrão Costa, o Estado rompeu com o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o que, de acordo com ela, impossibilita um crescimento ainda maior na folha de pagamentos.

Os gastos com servidores do poder executivo em Goiás estão em 47,5% e o limite prudencial da LRF é de 46,17%. 

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH