logomarcadiariodegoias2017

A reportagem procurou a Secretaria da Segurança Pública do Rio e o Gabinete de Intervenção Federal e o CML (Comando Militar do Leste), mas não obteve respostas.

A PM afirmou que o edital seguiu critérios técnicos e legais e foi realizada ampla pesquisa de mercado.

Foram recolhidas para a elaboração do edital, ainda segundo a PM, informações de mercado, sites especializados, concessionárias, bancos de preços, consulta a fornecedores e a tabela Fipe.

De acordo com a corporação, a compra é o "mais importante passo para ampliar sua frota de veículos".

Já a Ford afirmou, por meio de nota, que o modelo Ka está no país desde 1997 e atende integralmente a todas as exigências da lei brasileira.

Segundo a empresa, o modelo conta com outros equipamentos de segurança de série que vão além das exigências locais, "como distribuição eletrônica de freios (EBD), ISOFIX (para ancoragem de bebê conforto), encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos no banco traseiro central e lembrete de uso do cinto de segurança para o banco do motorista".

Blindagem

A reportagem apurou que alguns comandantes de batalhão tentam que o interventor Walter Braga Netto autorize a colocação de blindagem em parte dos veículos que serão entregues em abril.

A ideia seria usar método de blindagem chamado de escudo, com a instalação de vidros blindados nos para-brisas traseiro e dianteiro, além de chapas nas portas laterais, teto e traseira do veículo.

As únicas viaturas de transporte de policiais no Rio que possuem alguma blindagem são as da Polícia Rodoviária Federal. (Folhapress)

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH