13 de abril de 2024
Geração de Empregos • atualizado em 29/11/2022 às 14:48

Brasil atinge mais de 159 mil novos empregos formais em outubro, de acordo com o Caged

Goiás está entre os estados que apresentaram menor variação do número de contratações entre setembro e outubro, com 1.010 novos empregos
Foto: Marcelo Camargo/EBC
Foto: Marcelo Camargo/EBC

No mês de outubro deste ano, o Brasil gerou 159.454 novos empregos formais. Durante o ano todo, até o último mês, já foram 2.320.252 postos de trabalho formais, conforme dados do Ministério do Trabalho e Previdência.

As Estatísticas Mensais do Emprego Formal, do Novo Caged, divulgados nesta terça-feira (29), apontam que em outubro, foram 42.998.607 vínculos de trabalho ativos. O número representa um aumento de 0,37% comparado ao mês anterior.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, o mês de outubro, no geral, não tem característica de aumento nas contratações, por ser uma época de transição para o final do ano, com redução na indústria e aquecimento para o comércio. Segundo o ministério, o número de contratações costuma aumentar no mês de dezembro.

Empregos por região

Goiás está entre os estados que apresentaram menor variação do número de contratações entre setembro e outubro, com registro de 1.010 novos empregos formais, representando alta de 0,07%.

No geral, todas as regiões do país tiveram saldo positivo na geração de emprego no mês passado. Das 27 unidades federativas, 26 tiveram aumento no trabalho formal. A queda só aconteceu no Amapá, com o fechamento de 499 postos, 0,65% do total do estado, afetado pela sazonalidade da extração mineral.

Em termos gerais, as unidades da federação com maior saldo no mês passado foram São Paulo, com 60.404 postos (0,46%); Rio Grande do Sul, com 13.853 vagas criadas (0,52%); e Paraná, com a geração de 10.525 postos (0,36%).

Já os estados com menor saldo absoluto foram Rondônia, com 617 postos (0,24%); Roraima, com 525 novas vagas (0,75%); e Amapá, que fechou 499 colocações (-0,97%).

Remuneração

A média salarial paga para as admissões feitas em outubro foi de R$ 1.932, em todo o país. Em comparação com o mês de setembro, houve uma redução de R$ 7,28 no salário médio de novos contratos. O número representa uma variação negativa de 0,38% no valor da remuneração.

Com informações da Agência Brasil


Leia mais sobre: / Economia