26 de maio de 2022
Economia

Bradesco corta juros do cheque especial e do cartão de crédito

Essa é a segunda queda promovida pelo segundo maior banco privado do País desde que as instituições públicas iniciaram o movimento, há pouco mais de um mês

 

O Bradesco informou uma nova redução de taxas de juros cobradas dos clientes pessoas físicas. É a segunda queda promovida pelo segundo maior banco privado do País desde que as instituições públicas iniciaram o movimento, há pouco mais de um mês.

Continua após a publicidade

A taxa mensal máxima do cheque especial caiu de 8,90% para 4,70%. No crédito rotativo de cartões de crédito, a taxa máxima também foi para 4,70%. A taxa máxima para utilização do limite de crédito pessoal caiu de 7,31% para os mesmos 4,70%.

As mudanças são válidas dentro da chamada Conta Fácil Bradesco, um produto disponível apenas para clientes que recebem o salário pelo banco.

“Taxas de juros menores, num país como o Brasil, de responsabilidade fiscal, setor privado dinâmico e economia diversificada, são ingredientes para um forte ciclo de desenvolvimento econômico e social”, afirmou, em nota, o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi.

Continua após a publicidade

O Bradesco disse ainda que estuda novas reduções de juros para empresas. (Agência Estado)

Leia mais sobre:
Economia