18 de agosto de 2022
Esportes

Botafogo-SP bate Vitória em Ribeirão Preto

O sábado (27) começou com festa para os torcedores do Botafogo-SP. No estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP), o time da casa fez valer o mando de campo e derrotou o Vitória por 3 a 1, pela primeira rodada da Série B 2019. Caíque Silvio abriu o placar para o Rubro-Negro baiano, mas com gols de Rafael Costa (x2) e Edcarlos (contra) os paulistas conseguiram a virada e conquistaram os primeiros três pontos na competição. 

Continua após a publicidade

No estádio Santa Cruz, foi da equipe visitante a primeira chance do jogo. Com menos de um minuto de bola rolando, o Vitória chegou com perigo após boa jogada de Andrigo. Na sequência, o Botafogo respondeu com Bruno José. O atacante recebeu na área, tirou a marcação e chutou cruzado, mas Fabrício apareceu na hora exata para salvar os baianos.

Aos 12, os donos da casa assustaram mais uma vez. Erick soltou uma bomba da intermediária obrigando o goleiro Caíque a fazer grande defesa. A partir da segunda metade do primeiro tempo o ritmo da partida diminuiu. Somente aos 35 minutos, o Leão voltou ao ataque. Matheus Rocha deu belo passe para Andrigo, que bateu forte para boa participação do arqueiro Darley.

O jogo voltou do intervalo a todo vapor e logo aos dois minutos, Rodrigo Andrade cruzou na medida para Caíque Silvio abrir o placar para o Rubro-Negro baiano: 1 a 0. Aos seis, os botafoguenses quase chegaram ao empate. Após passe de Jonata Felipe, a bola desviou na marcação e sobrou para Rafael Costa, que saiu de cara para o gol, mas viu Caíque fazer mais uma boa defesa. O camisa 99 teve outra oportunidade, aos 13, e dessa vez não desperdiçou. Da entrada da área, o atacante finalizou no canto direito do goleiro para deixar tudo igual em Ribeirão Preto.

Continua após a publicidade

O Vitória teve a chance de retomar a vantagem aos 20, quando Naylhor, de cabeça, mandou contra o próprio gol, mas Darley apareceu para salvar o Botafogo, e aos 30, em chute forte de Andrigo, que também parou nas mãos do arqueiro. Já aos 35, veio a virada dos mandantes. Rafael Costa cobrou pênalti para fazer o segundo dele na partida e colocar os paulistas na frente.

No minuto seguinte saiu o terceiro, Felipe Saraiva aproveitou uma falha da defesa do Leão, brigou pela bola e Edcarlos na tentativa de afastar o perigo fez contra: 3 a 1.