18 de julho de 2024
Economia em Goiás • atualizado em 17/10/2022 às 09:16

Bom desempenho de empresas goianas aumenta potencial para fazer IPO e captar recursos no mercado de capitais

Goiás deve ter um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,1% este ano, acima das previsões para o Brasil, que são de 1,7%. Simpósio realizado em Goiânia compartilhou cases de sucesso
Simpósio reuniu representantes de companhias goianas, pioneiras em operações no mercado de capitais. Foto: Vertent Invest
Simpósio reuniu representantes de companhias goianas, pioneiras em operações no mercado de capitais. Foto: Vertent Invest

Boa performance de empresas goianas no mercado às torna potencialmente interessantes para o mercado financeiro. Com o bom desempenho destacado nos últimos anos, conforme projeção da Tendências Consultoria, Goiás deve ter um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,1% este ano e 0,9% em 2023, acima das previsões para o Brasil, que são de 1,7% e 0,4%, respectivamente.

Apesar da participação pequena quando se trata de abertura em capital (IOP) ou em operações de captação de recursos no mercado de capitais, as estimativas podem trazer novos investimentos. Com o objetivo de despertar o setor corporativo para isso, a Vertente realizou simpósio para apresentar cases de sucesso de aberturas de capitais e operações de captação de recursos executadas por empresas goianas.

A Vertente Capital acaba de concluir seu processo de credenciamento junto à Comissão de Valores Mobiliários para atuar como gestora de recursos, o que consolida ainda mais a participação do estado de Goiás no mercado de capitais. De acordo com Rodrigo Borges, diretor de investimentos da Vertente, o evento foi importante para que os empresários compreendessem melhor os passos necessários para a abertura de capital, suas vantagens, e também como captar recursos.

Borges salientou que os goianos têm aumentado sua participação como investidores no mercado financeiro. Dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) apontam que o Centro-Oeste foi a região brasileira com o maior crescimento de investimentos no primeiro semestre de 2022, com alta de 16,19% e alcançando um volume de R$ 51,9 bilhões no segmento Private.

No entanto, a participação das empresas goianas em operações no mercado de capitais ainda é muito tímida. Atualmente, existem apenas duas empresas que abriram capital na bolsa de valores: a Jalles Machado e a Boa Safra. Pensando no incentivo, o simpósio organizou uma mesa redonda para discutir a temática, com a participação de Rodrigo Siqueira – CFO da Jalles Machado.

Além disso, CEO’s de companhias goianas que já fizeram operações de captação de recursos também participaram da discussão, como Fernando Maia, CEO da Saga Malls e Maurício Menezes, diretor do Grupo Toctao. A discussão girou em torno da consolidação das companhias conforme fizeram operações no mercado de capitais e como isso repercutiu na lucratividade dos negócios.


Leia mais sobre: / / Economia