22 de maio de 2024
Política

Bolsonaro volta a criticar ICMS sobre combustíveis e ataca Caiado: “Mentiroso”

Governador Caiado e Bolsonaro. (Foto: Reprodução/Twitter Caiado)
Governador Caiado e Bolsonaro. (Foto: Reprodução/Twitter Caiado)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar governadores por conta do preço dos combustíveis. Em entrevista à Gazeta do Povo nesta quinta-feira (9), Bolsonaro citou o ICMS como principal vilão da alta da gasolina e chamou o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, de mentiroso.

De acordo com Bolsonaro, Caiado teria mentido ao dizer que houve aumento do percentual arrecadado pela União sobre os combustíveis. O presidente disse ainda que o governo estadual cobra o ICMS sobre o valor final na bomba.

“Nesses três anos, o ICMS mais que dobrou o valor na ponta da linha. Tem um governador de Goiás que falou que eu estava mentindo porque o percentual não tinha variado. Mentiroso é ele, porque o percentual realmente não variou. Além de ele cobrar em cima do preço final da bomba, é bitributado. Já está incluso o PIS/Cofins. Cobra em cima do imposto federal, em cima dos tanqueiros e em cima dos postos”, disse Bolsonaro.

O ICMS em Goiás e nas demais unidades federativas do país está congelado desde novembro, num esforço para segurar as altas dos combustíveis. Com a elevação neste ano, Caiado reiterou que não elevou tributos. O governador, porém, descartou redução da alíquota após consulta aos prefeitos.


Leia mais sobre: / / / / / Destaque / Política