29 de maio de 2024
Entrevista • atualizado em 16/01/2023 às 08:08

Bolsonarista, governador do Paraná diz que vandalismo em Brasília foi desnecessário e fortaleceu Lula

Para Ratinho Jr, tanto o ex-presidente quanto o governador afastado do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), não podem ser responsabilizados pela destruição das sedes dos três Poderes
Governador reeleito no Paraná, Ratinho Jr. (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Governador reeleito no Paraná, Ratinho Jr. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O governador reeleito do Paraná, Ratinho Jr (PSD), e apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) disse em entrevista ao site Extra, que os atos de vandalismo em Brasília ocorridos no último domingo (8), foram promovidos por “bandidos” e o episódio expôs o Brasil a um “vexame” desnecessário, e além disso fortaleceu ainda mais o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Para Ratinho Jr, tanto o ex-presidente quanto o governador afastado do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), não podem ser responsabilizados pela destruição das sedes dos três Poderes. De acordo com o governador, toda pessoa que pratica qualquer ato de vandalismo contra prédio público e que invade propriedade privada é ”bandido”.

”Não importa se é da esquerda ou direita. Isso não é democracia, é baderna. Logo que fiquei sabendo já me posicionei. Mas a população já se cansou dessas discussões. No Paraná, não estamos discutindo ideologia. Estamos discutindo metodologia e o que está dando certo no mundo para que a gente possa fazer aqui”, completa Ratinho Jr.

Ainda segundo Ratinho, ambas ideologias tanto direita quanto esquerda tem fracasso. ”O Brasil perdeu tempo ao longo dos últimos anos e décadas ficando nessa discussão ideológica. Isso fez com que o país não avançasse”, afirma.

Por fim, para o governador do Paraná, o presidente Lula acabou se fortalecendo. ”Essa manifestação acabou expondo o Brasil a um vexame que não tinha necessidade. O povo não gosta disso. Nesse aspecto, houve um crescimento político do presidente. Isso se ele conseguir construir essa união e mostrar que não é jogo de cena”, finaliza.


Leia mais sobre: / / / / Política

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.