21 de fevereiro de 2024
MODERNIZAÇÃO

Bilhete Único responde por mais de 60% da demanda de transporte coletivo em Goiânia

Aproximadamente 670 mil pessoas já estão cadastradas no Bilhete Único, forma de bilhetagem lançada em 2022
Segundo a Prefeitura de Goiânia, o Bilhete Único reduz o tempo de deslocamento em até 50 minutos. (Foto: Jucimar de Sousa)
Segundo a Prefeitura de Goiânia, o Bilhete Único reduz o tempo de deslocamento em até 50 minutos. (Foto: Jucimar de Sousa)

Um levantamento da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) aponta que o Bilhete Único responde por mais de 60% de toda a demanda de Goiânia. A nova forma de bilhetagem para uso de transporte público foi lançada em abril de 2022 e dá mais liberdade aos usuários. Aproximadamente 670 mil pessoas já estão cadastradas e usufruem da vantagem de trocar uma linha por outra em qualquer estação do trajeto.

Segundo a Prefeitura de Goiânia, o Bilhete Único possibilita a redução do tempo de deslocamento em até 50 minutos e o passageiro continua pagando o valor de apenas uma passagem, de R$ 4,30. “Além das facilidades que o Bilhete Único trouxe à população usuária do transporte coletivo, nós ainda conseguimos, por meio de subsídios, manter o mesmo valor da passagem desde 2019”, explica o prefeito Rogério Cruz.

Com a iniciativa conjunta entre a Prefeitura e o Governo de Goiás, Goiânia ocupa o primeiro lugar no ranking de maior satisfação sobre preço da passagem do transporte coletivo, conforme a Pesquisa de Qualidade dos Serviços Públicos, realizada pela ONG Agenda Pública entre as capitais.

De acordo com o presidente da CMTC, Tarcísio Abreu, o Bilhete Único faz parte de um pacote de iniciativas para trazer melhorias inovadoras aos usuários de transporte coletivo. “O Passe Livre do Trabalhador e o Cartão Família também são formatos de bilhetagem que facilitam o dia a dia dos passageiros”, diz.

Os pagamentos das opções de bilhetagem podem ser feitos por cartões de crédito ou débito por aproximação e por Pix. Outra modernização é a forma de escolher o trajeto, em que o usuário pode utilizar o aplicativo SiMRmtc, inserindo a origem e destino nas opções de busca e escolher a melhor rota, além da possibilidade de se planejar pelo Google Maps.


Leia mais sobre: / / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.