14 de junho de 2024
Vila Nova Futebol Clube • atualizado em 27/05/2024 às 22:37

BEPE desmente nota oficial do Vila Nova e diz que não tirou faixa de protesto do torcedor no OBA

Reprodução - PUC-TV
Reprodução - PUC-TV

O torcedor do Vila Nova que protestou no Onesio Brasileiro Alvarenga, pedindo a saída de Frontini, diretor de futebol colorado, foi abordado por um segurança particular da agremiação. Diferente da nota oficial do clube que destaca que a ação partiu do BEPE – Batalhão de Especializado de Policiamento em Eventos da PM-GO.

Na publicação o Vila Nova Futebol Clube explicou que a utilização de qualquer faixa no estádio tem que passar por autorização do BEPE: “O pedido deve ser feito via e-mail com 48 horas de antecedência ao evento. Tal requisição é necessária para qualquer faixa, inclusive das Torcidas Organizadas, e de qualquer teor”, destaca a nota oficial.

No mesmo texto o Vila Nova destaca que tomou conhecimento da repercussão do fato através dos meios de comunicação: “O pedido pela retirada do protesto não partiu do clube e reiteramos nosso compromisso com a liberdade de expressão do nosso torcedor”.

Já o BEPE deu uma outra versão para o fato. Em entrevista ao Jornal O Popular, o subcomandante – Capitão Diego Bernardes afirmou estar surpreso com a situação e que no jogo entre Vila Nova x Brusque, neste domingo (27), ele estava no comando do efetivo policial destacado para o Onesio Brasileiro Alvarenga. “Posso te afirmar de forma categórica que não houve nenhum tipo de determinação, ordem ou até mesmo pedido por parte da PM ou do BEPE para que fosse retirado qualquer tipo de faixa. Nenhum tipo de faixa ou cartaz foi impedido de entrar ou retirado pela Polícia Militar”, esclareceu.

O Capitão Diego Bernardes ainda explicou que a exigência de liberação é destinada apenas as Torcidas Organizadas: “Torcedor comum, convencional, não tem essa obrigatoriedade. Se o material for listo de entrar, não tem problema nenhum. Não tem nada a ver com essa situação, que tratava-se de um setor inclusive de sócio-torcedor”, local que segundo ele não tem essa necessidade.


Leia mais sobre: / / Esportes / Geral / Vila Nova Futebol Clube