19 de maio de 2022
Política

Bê-á-bá da política eleitoral

A chapa “Goiânia 24 horas” elaborou cartilhas e levou candidatos às salas de aula, na manhã do último sábado, 14, na Faculdade Sul Americana (Fasam).  A primeira convenção do grupo de Jovair Arantes (PTB) teve cara de seminário político onde os aspirantes ao cargo de vereador aprenderam métodos que foram desde o pedido de voto à elaboração dos discursos. A motivação pedagógica ficou por conta do professor Nion Albernaz (PSDB). Ele ilustrou a ideia de união, tema principal do encontro, com uma fábula que disse fazer parte de sua história familiar. Um verdadeiro “intensivão” para o pleito municipal.

 

Continua após a publicidade

Saúde, transporte/trânsito e segurança pública foram lemas repetidos em voz alta por diversas vezes durante o evento. Os destaques pedagógicos foram o deputado e candidato à vice, Francisco Júnior (PSD), a senadora Lúcia Vânia (PSDB), o professor Nion Albernaz e, claro, Jovair Arantes. Todos com ênfase no tema união. “Juntos venceremos estas eleições ainda no primeiro turno”, disse Jovair.

Aproximadamente mil pessoas participaram do encontro, entre elas candidatos à vereador e os principais líderes do PTB, PSD e PSDB. Os deputados Fábio Sousa e João Campos foram citados como líderes religiosos da bancada evangélica, mas não compareceram. Lúcia Vânia fez questão de frisar que o PSDB “vestiu a camisa do Jovair”, na tentativa de desconstruir a ideia de descontentamento entre os tucanos com a escolha do petebista como nome da base governista.

A estratégia para o início desta campanha é de ataques velados. Nenhuma agressão foi direcionada ao atual prefeito e as reclamações foram generalizadas. “Goiânia precisa de mais atenção e cuidado. Vamos trabalhar por esta cidade. Se a cidade vai bem, o povo vai bem”, ressaltou Jovair.

Continua após a publicidade

Ao que tudo indica, Iris Rezende (PMDB) blindará Paulo Garcia (PT) dos ataques diretos. Contra Iris não se faz campanha neste Estado. É o que deixa transparecer a chapa oposta. Uma eleição atípica, desde 1998.

Leia mais sobre:
Política