16 de julho de 2024
Tragédia • atualizado em 13/06/2024 às 08:57

Batida entre caminhão e carro de passeio deixa três mortos em Barro Alto

Segundo a PRF um homem e duas mulheres não resistiram aos ferimentos e morreram no local
Motorista perdeu o controle do veículo e invadiu a pista contrária e bateu de frente com o caminhão. (Foto: Divulgação/PRF).
Motorista perdeu o controle do veículo e invadiu a pista contrária e bateu de frente com o caminhão. (Foto: Divulgação/PRF).

Na tarde desta última quarta-feira (12), um acidente entre um caminhão e um carro de passeio resultou na morte de três pessoas na zona rural de Barro Alto, na BR-080. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) um homem e duas mulheres não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Ainda segundo a polícia, o carro de passeio seguia pela rodovia no sentido Barro Alto Uruaçu, quando por um motivo ainda desconhecido o motorista perdeu o controle do veículo e invadiu a pista contrária e bateu de frente com o caminhão.

O motorista do caminhão não ficou ferido e foi submetido ao teste do bafômetro. O teste indicou que o homem não havia ingerido bebida alcoólica. A Ecovias do Araguaia, responsável por administrar e operar a rodovia, informou que a rodovia chegou a ficar totalmente interditada no trecho.

Índice de acidente em Goiás

Os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que mais 1 milhão de pessoas morrem por ano, em todo o mundo, vítimas de desastres no trânsito. Tais acidentes também deixam entre 20 e 50 milhões de cidadãos com sequelas em todo o planeta. Em Goiás, os números de vítimas no trânsito também são preocupantes.

Os registros do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) da SES-GO mostram que no ano passado foram 1.570 mortes por acidentes de trânsito em todo o estado. Destas, 253 foram notificadas em Goiânia. Neste ano, de janeiro a abril, foram registrados 51 óbitos na capital relacionados a acidentes de trânsito.


Leia mais sobre: / / Cidades / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019