24 de maio de 2022
Mundo

Bancos da Grécia reabrem nesta 2ª feira, mas restrição de saques permanece

bancos gregos serão reabertos, mas com restrições (Foto:BBC)
bancos gregos serão reabertos, mas com restrições (Foto:BBC)

Atenas – Os bancos da Grécia devem reabrir nesta segunda-feira, após três semanas de fechamento forçado. Entretanto, as restrições de saque continuam.

Em um decreto divulgado neste sábado, o governo grego afirmou que manteve o limite de saque diário de 60 euros, mas acrescentou um limite semanal. Por exemplo, uma pessoa que não retirar o dinheiro na segunda-feira, poderá realizar um saque de 120 euros na terça-feira e assim por diante, até o limite de 420 euros.

Os clientes dos bancos ainda não poderão descontar cheques, apenas realizar depósitos. Também ainda não será possível retirar dinheiro no exterior com cartões de crédito ou débito, apenas realizar compras. Também há restrições quanto a abrir novas contas ou reativar contas paradas.

Continua após a publicidade

O decreto também recuou em um mês, para o dia 26 de agosto, o prazo final para a declaração do imposto de renda.

As novas medidas foram divulgadas no mesmo dia em que a coalizão do governo grego teve o gabinete reestruturado. Entre as mudanças, cinco dissidentes do Partido Syriza foram substituídos – quatro deles votaram contra o pacote de medidas de austeridade aprovado no Parlamento na quinta-feira e um renunciou antes da votação.

O governo da Grécia fechou os bancos do país no dia 29 de junho para evitar uma corrida bancária, após o Banco Central Europeu (BCE) não ter aumentado o financiamento de emergência – no momento em que o segundo pacote de resgate havia expirado.

Continua após a publicidade

Após o Parlamento ter aprovado na quinta-feira as medidas de austeridade exigidas pelos credores internacionais para obter um terceiro resgate da dívida, o BCE elevou o seu financiamento de emergência para os bancos gregos, sem dinheiro.

Na sexta-feira, a Câmara Baixa do Parlamento da Alemanha deu ao governo o mandato para participar das negociações sobre os detalhes do resgate de três anos para a Grécia, elaborado na última segunda-feira. Um total de 439 parlamentares votou a favor, enquanto 119 deles votaram contra e 40 se abstiveram.

Na votação, os parlamentares também apoiaram a concessão de financiamento de curto prazo para a Grécia por meio do fundo de resgate chamado Mecanismo de Estabilidade Financeira Europeia (EFSM, na sigla em inglês), o que poderá ajudar o país a cumprir os pagamentos devidos ao BCE e ao Fundo Monetário Internacional (FMI) nos próximos dias.

O Parlamento da Grécia votará sobre novas medidas de austeridade na quarta-feira, 22. Fonte: Associated Press.

(Estadão Conteúdo)

Leia mais sobre:
Mundo